Porto Alegre, terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Dia da Reforma Agrária.
Porto Alegre,
terça-feira, 30 de novembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Investigação

- Publicada em 29/11/2021 às 10h12min.

Polícia Civil cumpre mandados em operação contra corrupção na Prefeitura de Canela

Alvos estão ligados a prestadores de serviços de terraplanagem e maquinários

Alvos estão ligados a prestadores de serviços de terraplanagem e maquinários


Polícia Civil /Divulgação/JC
Cristine Pires
As investigações da Polícia Civil para apurar o desvio de verbas públicas em Canela entraram em uma nova fase na manhã desta segunda-feira (29), com o cumprimento de mandados de busca e apreensão na cidade e também na vizinha Gramado. Ao todo, 30 policiais se dirigem a cinco endereços que estão ligados a prestadores de serviços de terraplanagem e maquinários para a prefeitura de Canela.
As investigações da Polícia Civil para apurar o desvio de verbas públicas em Canela entraram em uma nova fase na manhã desta segunda-feira (29), com o cumprimento de mandados de busca e apreensão na cidade e também na vizinha Gramado. Ao todo, 30 policiais se dirigem a cinco endereços que estão ligados a prestadores de serviços de terraplanagem e maquinários para a prefeitura de Canela.
A ação consiste na quarta fase da Operação Caritas, iniciada em 9 de abril, para apurar a prática de desvio de materiais de construção do hospital de Canela. Com o aprofundamento das apurações, foi descoberto o esquema de fraude de orçamentos, em que empresas de fachada ligadas a agentes políticos e servidores do alto escalão da Prefeitura Municipal e da Câmara de Vereadores de Canela venciam as disputas públicas para a realização de serviços para a prefeitura da cidade.
Apesar de não haver segredo de Justiça decretado nos autos da operação, o delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia de Canela e responsável pela Caritas, não revela detalhes da investigação para não prejudicar a apuração dos delitos.
Segundo Medeiros, o trabalho da força-tarefa de policiais civis destacados para o inquérito se concentra agora na análise do grande volume de documentos e equipamentos apreendidos na ação do último dia 8 de novembro, quando foram cumpridas pela Polícia Civil simultaneamente 176 medidas judiciais em nove cidades no Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Medeiros
O delegado destaca que o trabalho desenvolvido nesta investigação segue o mesmo critério de todas as outras realizadas pela Polícia Civil, com caráter extremamente técnico e baseado exclusivamente no conteúdo probatório colhido pelos policiais até o momento.

As fases da Operação Caritas

9 de abril de 2021 - Primeira fase
A Polícia Civil apreendeu materiais de construção do Hospital de Caridade de Canela que haviam sido desviados para propriedade particular
30 de junho de 2021 - Segunda fase
Policiais civis apreenderam uma lista com nomes de servidores (CCs - Cargos em Comissão e Funções Comissionadas) que pagavam valores em dinheiro para o partido político após acompanharem, durante todo o dia, a atividade de recolhimento do dinheiro em diversos locais, inclusive prédios públicos.
8 de novembro de 2021 - Terceira fase
Foram cumpridos simultaneamente, por 175 policiais civis, 176 medidas judiciais judiciais, entre mandados de prisão preventiva, mandados de busca e apreensão, afastamentos cautelares de servidores e afastamentos de sigilos bancário e fiscal e sequestros de imóveis e veículos em várias cidades do Estado e de Santa Catarina: Canela, Gramado, Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo, Bom Princípio, Balneário Camboriú e Itajaí.
Na ocasião, foram presos o presidente da Câmara de Vereadores, Alberi Dias, o secretário municipal de Obras, Luis Claudio da Silva, e o interventor do Hospital de Caridade de Canela, Vilmar da Silva Santos, que foram liberados no dia seguinte e afastados de suas funções. Também em 8 de outubro, a Polícia Civil realizou o afastamento cautelar das funções públicas do secretário municipal de Turismo, Ângelo Sanches Thurler, do secretário-adjunto de Obras, Osmar Bonetto, e de um servidor da mesma pasta.

29 de novembro de 2021 - Quarta fase
Trinta policiais civis cumprem mandados de busca e apreensão nas cidades de Canela e Gramado em endereços ligados a empresas que prestam serviços de maquinário e terraplanagem para a Prefeitura Municipal de Canela. Ao todo, cinco endereços são alvos de buscas nesta manhã nas duas cidades.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO