Porto Alegre, sexta-feira, 24 de setembro de 2021.
Porto Alegre,
sexta-feira, 24 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Partidos

- Publicada em 23/09/2021 às 20h37min.

Deputado federal Jerônimo Goergen decide encerrar trajetória política

Goergen queria concorrer ao Senado em 2022, mas não obteve aval do PP

Goergen queria concorrer ao Senado em 2022, mas não obteve aval do PP


/LUIZA PRADO/JC
O deputado federal Jerônimo Goergen (PP) anunciou, nesta quinta-feira (23), que não vai concorrer a nenhum cargo eletivo em 2022. "Depois de dois mandatos como deputado estadual e três como deputado federal, decidi que não serei candidato nas próximas eleições", escreveu em uma nota que anuncia sua saída da vida pública.
O deputado federal Jerônimo Goergen (PP) anunciou, nesta quinta-feira (23), que não vai concorrer a nenhum cargo eletivo em 2022. "Depois de dois mandatos como deputado estadual e três como deputado federal, decidi que não serei candidato nas próximas eleições", escreveu em uma nota que anuncia sua saída da vida pública.
Goergen vinha tentando o aval do partido para concorrer a senador no pleito de 2022. Entretanto, como explica sua nota, ele não recebeu o apoio do partido - que cogita outros nomes de peso para o Senado, como por exemplo o de Ana Amélia Lemos (PP). "Este era meu objetivo neste momento: concorrer ao Senado. Mas se isso não foi possível, é preciso fazer a autocrítica e seguir em frente por outros caminhos. Sou advogado com pós-graduação em Direito Empresarial. Meu caminho natural, portanto, é advogar e me impor novos desafios na iniciativa privada", explicou o deputado. E acrescentou: "sempre achei que o ideal seriam dois mandatos na esfera estadual e dois na federal. Acabei indo a um terceiro e o quarto seria contradição demais para quem tem a convicção de que a permanência por muito tempo nos mesmos cargos é ruim para a sociedade".
Embora deixe a Câmara dos Deputados em fevereiro de 2023, Goergen garante que vai "seguir conversando sobre política, apoiando meus candidatos e o meu partido, torcendo e lutando para que o Brasil dê certo".
 
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário