Porto Alegre, quarta-feira, 15 de setembro de 2021.
Dia do Cliente.
Porto Alegre,
quarta-feira, 15 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

funcionalismo

- Publicada em 03h00min, 15/09/2021.

Cpers faz vigília no Piratini e cobra reajuste salarial

Governador Eduardo Leite falou com presidente do Cpers, Helenir Schurer

Governador Eduardo Leite falou com presidente do Cpers, Helenir Schurer


CACO ARGEMI/CPERS/JC
Durante a vigília desta terça-feira (14) na Praça da Matriz, em frente ao Palácio Piratini, o Cpers Sindicato recepcionou o governador Eduardo Leite (PSDB) ao som das sinetas da educação.
Durante a vigília desta terça-feira (14) na Praça da Matriz, em frente ao Palácio Piratini, o Cpers Sindicato recepcionou o governador Eduardo Leite (PSDB) ao som das sinetas da educação.
O chefe do Executivo estadual, que entregou na Assembleia Legislativa a Lei Orçamentária Anual (LOA), foi cobrado pela direção do sindicato pela reposição salarial da categoria.
A presidente do sindicato, Helenir Aguiar Schürer, reclamou que o magistério vai fechar sete anos sem reajuste. Segundo levantamento da categoria, as perdas acumulam mais de 46% de defasagem.
Conforme a dirigente sindical, "hoje o nosso salário basicamente serve para alimentação. Temos casos de professores com luz cortada e sem recursos para pagar o aluguel. A situação da educação pública é caótica, não podemos mais esperar".
A presidente do sindicato disse ainda que a categoria conta com a mobilização dos deputados e deputadas para a defesa da pauta da educação no orçamento, garantindo parte da recomposição salarial do magistério estadual.
O sindicato tem reunião agendada para esta sexta-feira, às 14h, com o Grupo de Assessoramento Especial Secretaria Estadual de Educação, Secretaria da Fazenda e Casa Civil. 
O governador assumiu o compromisso de seguir a mesa de negociação e receber o sindicato após a audiência.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário