Porto Alegre, segunda-feira, 02 de agosto de 2021.
Porto Alegre,
segunda-feira, 02 de agosto de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2022

- Publicada em 11h09min, 02/08/2021.

Bolsonaro quer disputar eleições por sigla em que escolha candidatos para SP e RJ

O presidente disse que pretende escolher o seu novo partido até março do ano que vem

O presidente disse que pretende escolher o seu novo partido até março do ano que vem


ALAN SANTOS/PR/DIVULGAÇÃO/JC
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta segunda-feira (2), que gostaria de concorrer à reeleição em 2022 por um partido que o permitisse escolher candidatos aos governos do Rio, de São Paulo e a oito cadeiras no Senado. "Se chegar num acordo nesse sentido e for bom para a outra parte, a gente faz um casamento. E tenha certeza que a gente vai ser feliz por um bom tempo", declarou em entrevista à Rádio ABC, de Novo Hamburgo (RS).
O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta segunda-feira (2), que gostaria de concorrer à reeleição em 2022 por um partido que o permitisse escolher candidatos aos governos do Rio, de São Paulo e a oito cadeiras no Senado. "Se chegar num acordo nesse sentido e for bom para a outra parte, a gente faz um casamento. E tenha certeza que a gente vai ser feliz por um bom tempo", declarou em entrevista à Rádio ABC, de Novo Hamburgo (RS).
Bolsonaro reiterou que mantém negociações com o Progressistas, presidido pelo ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira. Sua filiação à sigla seria mais um passo em direção ao Centrão, ala mais fisiológica do Congresso com a qual o Planalto tem feito alianças em troca de governabilidade
O chefe do Executivo disse que pretende escolher a sigla pela qual disputará o pleito até março do próximo ano, quando ainda poderia escolher nomes para concorrer ao Legislativo e atuar como base de apoio do governo no Congresso em eventual segundo mandato. "A definição tem que vir no máximo em março. Se eu pensar em disputar uma eleição, tem que fazer uma bancada", afirmou o presidente.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário