Porto Alegre, quinta-feira, 10 de dezembro de 2020.
Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 10 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

congresso nacional

- Publicada em 03h00min, 10/12/2020.

Alcolumbre diz que seu indicado terá apoio do Planalto

Alcolumbre articula para emplacar sucessor no comando do Senado

Alcolumbre articula para emplacar sucessor no comando do Senado


JEFFERSON RUDY/AGÊNCIA SENADO/JC
Após externar sua insatisfação com a atuação do Palácio do Planalto no processo em que a Suprema Corte barrou a possibilidade de sua reeleição para o cargo, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), reuniu-se com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na terça-feira (8).
Após externar sua insatisfação com a atuação do Palácio do Planalto no processo em que a Suprema Corte barrou a possibilidade de sua reeleição para o cargo, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), reuniu-se com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na terça-feira (8).
A aliados o senador disse ter ouvido de Bolsonaro que o Planalto apoiará o nome escolhido por Alcolumbre para sua sucessão. Auxiliares palacianos diziam que o chefe do Executivo apadrinharia um nome do MDB, provavelmente Eduardo Gomes (MDB-TO), líder do governo no Congresso, ou Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), líder do governo no Senado.
Conforme o jornal Folha de S.Paulo publicou, o MDB não está na lista de seis nomes de onde Alcolumbre pretende tirar seu escolhido até o final da semana, quando termina a rodada de conversas individuais com senadores. Na relação de Alcolumbre estão Antonio Anastasia (PSD-MG), Nelsinho Trad (PSD-MS), Lucas Barreto (PSD-AP), Rodrigo Pacheco (DEM-MG), Marcos Rogério (DEM-RO) e Daniella Ribeiro (PP-PB).
O compromisso de Bolsonaro relatado por Alcolumbre, porém, não dá certeza de que ele abandonou de fato os nomes do MDB.
Comentários CORRIGIR TEXTO