Porto Alegre, terça-feira, 01 de dezembro de 2020.
Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 01 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

ELEIÇÕES 2020

- Publicada em 17h52min, 01/12/2020. Atualizada em 22h10min, 01/12/2020.

PP e MDB conquistam o maior número de prefeituras e mantêm forte representatividade no RS

Dos 497 municípios gaúchos, seis ainda estão com o resultado das eleições sub judice

Dos 497 municípios gaúchos, seis ainda estão com o resultado das eleições sub judice


LUIZA PRADO/JC
Fernanda Crancio
Encerradas as eleições municipais no Rio Grande do Sul, o cenário mostra que partidos considerados mais tradicionais e com maior trânsito nos municípios do Interior seguem sendo os que mais elegeram prefeitos no Estado. Segundo levantamento feito pelo Jornal do Comércio, com base nos dados disponibilizados no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), PP e MDB foram as siglas que conquistaram o maior número de prefeituras gaúchas, 143 e 135, respectivamente, mantendo a liderança no comando das cidades gaúchas.
Encerradas as eleições municipais no Rio Grande do Sul, o cenário mostra que partidos considerados mais tradicionais e com maior trânsito nos municípios do Interior seguem sendo os que mais elegeram prefeitos no Estado. Segundo levantamento feito pelo Jornal do Comércio, com base nos dados disponibilizados no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), PP e MDB foram as siglas que conquistaram o maior número de prefeituras gaúchas, 143 e 135, respectivamente, mantendo a liderança no comando das cidades gaúchas.
As legendas preservaram as posições obtidas no ranking da eleição municipal anterior, de 2016, quando também se destacaram na hegemonia municipal. Naquela ocasião, o PP somou 142 prefeituras, uma a menos do que o registrado em 2020, e o MDB fez 131 prefeitos, quatro a menos do que neste ano, quando retomou posições, garantindo, inclusive, o comando de Porto Alegre com Sebastião Melo, que venceu Manuela d'Ávila (PCdoB) em segundo turno.
A sigla também obteve vitórias em cidades como Rio Grande, com Fábio Branco, e reelegeu o prefeito de Alvorada, José Arno Appolo. Já os progressistas, tiveram êxito em cidades como São Borja, na qual elegeu Eduardo Bonotto. 
Segundo o cientista político Augusto Neftali, professor do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (Pucrs), o resultado confirma o histórico das duas legendas no Estado e a forte ligação que têm com o eleitorado do Interior. "São antigos e tradicionais partidos, com ampla raiz social entre os gaúchos, e que representam setores importantes. Ao longo dos anos, eles vêm sendo desafiados e até foram vencidos pela ascensão de siglas de esquerda como o PT, na década de 1990, mas conseguiram criar uma hegemonia no Estado", avalia.
Na sequência dos mais votados, aparece o PDT, graças ao legado remanescente do brizolismo, com 65 prefeitos eleitos neste ano. A sigla perdeu 11 prefeituras em relação a 2016, quando somou 76 eleitos. Anda na linha do trabalhismo, o PTB conseguiu crescer com três prefeituras a mais esse ano, passando de 28 para 31 eleitos no Estado.
O PT, que em 2016 já havia baixado o número de prefeitos, manteve a linha decrescente, passando de 38 para 23 prefeituras nesta eleição, 15 a menos. Entre as conquistas petistas, uma das mais significativas foi a reeleição de Ary Vanazzi, em São Leopoldo. Outra sigla que perdeu posições no Estado foi o PSB, caindo de 24 para 18 prefeituras. Cachoeirinha, cidade da Região Metropolitana de Porto Alegre é uma das que seguirão sob comando socialista, com a reeleição de Miki Breier.
No caso do PT, que vem amargando queda de votos em todo o País, inclusive no Rio Grande do Sul, Naftali lembra que a legenda nunca conquistou número grande de prefeituras gaúchas, mas sim comando de cidades grandes e próximas de grandes centros.
Apesar de perder o comando de Porto Alegre, o PSDB, partido do governador Eduardo Leite, passou de 27 prefeituras em 2016 para 29 nessas eleições, se consolidando como a sigla mais vitoriosa do segundo turno gaúcho, onde venceu em Caxias do Sul, com Adiló Didomênico, e reelegeu os prefeitos de Santa Maria, Jorge Pozzobom, e de Pelotas, Paula Mascarenhas. "O PSDB nunca cresceu muito em números no Estado, ao contrário da legenda nacional, mas mesmo assim governa o Rio Grande do Sul novamente e, neste segundo turno, obteve vitórias importantes e que, de certa forma, parcialmente compensam a perda da prefeitura de Porto Alegre", comenta o professor.
O DEM, do vice-prefeito eleito de Porto Alegre, Ricardo Gomes, também cresceu nesse pleito, passando de 10 prefeituras em 2016 para 15 em 2020. Já o PL conquistou 10 prefeituras.
As demais siglas com representatividade no Rio Grande do Sul elegeram menos de 10 prefeitos cada: o PSL somou sete prefeitos; o Republicanos e o PSD seis eleitos cada, sendo esse último o partido que garantiu a vitória a Jairo Jorge, que retoma o comando de Canoas.
Já o Cidadania, por sua vez, elegeu dois prefeitos, enquanto o Podemos elegeu um gestor municipal.
Dos 497 municípios gaúchos, 491 são os contabilizados no levantamento, pois a Justiça Eleitoral não inclui seis municípios na lista- Bento Gonçalves (elegeu Diogo Siqueira, do PSDB), Capão da Canoa (elegeu Amauri Germano, do PTB), Putinga (elegeu Claudiomiro Cenci, do PP), Pinheiro Machado (elegeu Carlos Ernesto Betiollo, do PSDB), Santa Bárbara do Sul (elegeu Mário Filho, do PP), e Tiradentes do Sul (elegeu Alceu Diel, do PSDB).
Nessas cidades, as candidaturas dos prefeitos eleitos ainda estão sub judice, e os resultados dependem de julgamentos futuros do Tribunal Regional Eleitoral.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/12/01/206x137/1_ranking_dos_partidos_que_mais_elegeram_prefeitos_no_rs_jornal_do_comercio-9202003.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5fc6d9b00a89f', 'cd_midia':9202003, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2020/12/01/ranking_dos_partidos_que_mais_elegeram_prefeitos_no_rs_jornal_do_comercio-9202003.jpg', 'ds_midia': 'Ranking dos partidos que mais elegeram prefeitos no Rio Grande do Sul', 'ds_midia_credi': 'arte jc', 'ds_midia_titlo': 'Ranking dos partidos que mais elegeram prefeitos no Rio Grande do Sul', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '227', 'align': 'Left'}
Comentários CORRIGIR TEXTO