Porto Alegre, segunda-feira, 30 de novembro de 2020.
Dia da Reforma Agrária.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 30 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

eleições 2020

- Publicada em 18h27min, 29/11/2020. Atualizada em 13h34min, 30/11/2020.

Adiló Didomenico é eleito prefeito de Caxias do Sul

Candidato do PSDB garantiu a votação necessária para tornar-se o novo prefeito na Serra

Candidato do PSDB garantiu a votação necessária para tornar-se o novo prefeito na Serra


Juliane Ribas/Divulgação/JC
Roberto Hunoff, de Caxias do Sul
Adiló Didomenico (PSDB) foi eleito para assumir a Prefeitura de Caxias do Sul a partir de 1º de janeiro de 2021. Ele somou 136.590 votos à frente da coligação Levanta Caxias, integrada ainda por PTB, PSC, PTB, Solidariedade e PROS, representando 59,57% dos válidos.
Adiló Didomenico (PSDB) foi eleito para assumir a Prefeitura de Caxias do Sul a partir de 1º de janeiro de 2021. Ele somou 136.590 votos à frente da coligação Levanta Caxias, integrada ainda por PTB, PSC, PTB, Solidariedade e PROS, representando 59,57% dos válidos.
Nos últimos 15 dias, o candidato obteve apoios da maioria dos candidatos derrotados no primeiro turno, o que lhe garantiu elevar a votação em 300%. No primeiro turno, havia somado 34.204 votos, representando 15% do total. No segundo turno foram computados 229.297 votos válidos, 6.700 brancos e 13.048 nulos. Também houve 84.651 abstenções
Didomenico acompanhou a votação de sua casa e, após confirmada a vitória, seguiu até o comitê central. Um grande número de simpatizantes foi comemorar a conquista e juntou-se à caminhada. Em seu discurso, destacou a composição com a candidato a vice, a também tucana Paula Ioris, e com o deputado Nei, O Carteiro, do Solidariedade.
À imprensa, disse que está se formando um novo eixo político na cidade e citou o apoio do ex-prefeito Mansueto de Castro Serafini Filho. Argumentou que Caxias precisará do apoio dos governos estadual e federal para retomar o crescimento. A principal cobrança será melhorar a infraestrutura de rodovias da cidade.
Adiantou que pretende reduzir a burocracia por meio da reorganização das leis e realizar uma força tarefa para liberação dos alvarás, comentando que a cidade precisa elevar a receita para poder atender as questões sociais. Também confirmou a preocupação com a pandemia do coronavírus. Sua intenção é trabalhar na conscientização da comunidade, sem fechar atividades. Garantiu que não assumiu compromisso com nenhum partido para formação do secretariado. “Queremos a pessoa certa no lugar certo”, sustentou.
Às 18h, o candidato petista Gilberto Pepe Vargas se manifestou oficialmente reconhecendo a vitória de Didomenico. No comitê da coligação e presença de 100 pessoas, afirmou que o tucano era o vencedor das eleições. Ele pediu que os simpatizantes evitassem provocações aos vencedores. “Na democracia, eleições se ganha e se perde. Deixe que eles comemorem como nós o faríamos”, destacou.
Pepe cumprimentou o candidato vencedor e citou que, ao contrário do que se apregoou na campanha, a esquerda conseguiu mostrar que tem condições de polarizar nas eleições. No primeiro turno, o petista somou 75.619 votos, representando 34,17%, concorrendo coligado com PCdoB e PSOL. No segundo turno chegou a 92.707 votos, equivalente a 40,43% do total.

Adiló Didomenico

Tem 67 anos, é natural de Marau e reside em Caxias desde o início dos anos 70. Sua primeira participação política foi na administração de Mansueto de Castro Serafini Filho, nos anos 1980. No governo de José Ivo Sartori foi presidente Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul, empresa responsável pela coleta do lixo, e no de Alceu Barbosa Velho, secretário de Obras. Elegeu-se vereador em 2012 e 2016 pelo PTB e, no pleito de 2018, somou em torno de 25 mil para deputado estadual. Trocou de partido na janela partidária deste ano e formou chapa com a vereadora de primeiro mandato, Paula Ioris.
Comentários CORRIGIR TEXTO