Porto Alegre, sexta-feira, 20 de novembro de 2020.
Dia Nacional da Consciência Negra. Dia Universal das Crianças.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 20 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

ELEIÇÕES 2020

- Publicada em 19h29min, 20/11/2020.

Melo participa de ato de repúdio ao racismo no Centro da Capital

Candidato participou de ato na Praça Brigadeiro Sampaio

Candidato participou de ato na Praça Brigadeiro Sampaio


MATEUS RAUGUST/DIVULGAÇÃO/JC
A repercussão do homicídio de João Alberto Silveira Freitas, no estacionamento do Carrefour, em Porto Alegre, impactou na agenda do candidato a prefeito Sebastião Melo (MDB), que cancelou as atividades externas de campanha nesta sexta-feira (20), em sinal de luto. Dos compromissos mantidos ficou apenas ato alusivo ao Dia da Consciência Negra, na Praça Brigadeiro Sampaio, no Centro da Capital, transformado em manifestação de repúdio ao racismo.
A repercussão do homicídio de João Alberto Silveira Freitas, no estacionamento do Carrefour, em Porto Alegre, impactou na agenda do candidato a prefeito Sebastião Melo (MDB), que cancelou as atividades externas de campanha nesta sexta-feira (20), em sinal de luto. Dos compromissos mantidos ficou apenas ato alusivo ao Dia da Consciência Negra, na Praça Brigadeiro Sampaio, no Centro da Capital, transformado em manifestação de repúdio ao racismo.
 
O candidato se pronunciou à imprensa e pelas redes sociais sobre o ocorrido, lamentou o fato e cobrou justiça. Pela manhã, postou que "continuar refletindo e combatendo ideias, atos e manifestações racistas é construir uma sociedade baseada no respeito".
 
No início da tarde, uma nota de pesar da coligação foi divulgada. No texto, assinado pelo emedebista e seu vice, Ricardo Gomes (DEM), o Dia da Consciência negra é destacado como "dia para lembrarmos que somos todos iguais".
Os candidatos enfatizaram o sentimento de profunda tristeza diante do episódio, cobraram rigor da lei aos envolvidos e se solidarizam à família de Freitas. "Que os responsáveis sejam punidos com todo o rigor da lei. Que a família encontre consolo no apoio de todos nós, que não toleramos mais que fatos assim continuem ocorrendo. A Porto Alegre que queremos é a Porto Alegre da paz, com dignidade, igualdade e respeito para todos, independente de sua cor, gênero, religião, ideologia ou partido", destacaram.
 
No ato de repúdio, na Praça Brigadeiro Sampaio, Melo reforçou ainda que "o Dia da Consciência Negra deveria ser, na verdade, todos os dias", e lamentou que a data fosse marcada por mais um episódio de tamanha violência.
Comentários CORRIGIR TEXTO