Porto Alegre, segunda-feira, 16 de novembro de 2020.
Dia Internacional da Tolerância.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 16 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 00h24min, 16/11/2020. Atualizada em 17h05min, 16/11/2020.

Melo agradece ao PTB e diz que buscará apoio de Valter e Derly no segundo turno

Sebastião Melo celebrou o resultado do primeiro turno no Ritter Hotel

Sebastião Melo celebrou o resultado do primeiro turno no Ritter Hotel


Mateus Raugust/Divulgação/JC
Thiago Copetti
Cauteloso na hora de comemorar uma vaga no segundo turno do pleito em Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB) se pronunciou somente próximo das 23h30min deste domingo (15), quando a contagem dos votos avançou para 99,85%. Graças ao apoio do PTB na reta final, após a desistência de José Fortunati, Melo assegurou sua continuidade no processo eleitoral. O emedebista somou 31,02% dos votos na apuração parcial, e quase final, do TRE na noite de domingo. Ele vai para o embate agora mais direto com Manuela d'Avila (PCdoB).
Cauteloso na hora de comemorar uma vaga no segundo turno do pleito em Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB) se pronunciou somente próximo das 23h30min deste domingo (15), quando a contagem dos votos avançou para 99,85%. Graças ao apoio do PTB na reta final, após a desistência de José Fortunati, Melo assegurou sua continuidade no processo eleitoral. O emedebista somou 31,02% dos votos na apuração parcial, e quase final, do TRE na noite de domingo. Ele vai para o embate agora mais direto com Manuela d'Avila (PCdoB).
“Quero agradecer ao PTB e dizer que gostaria muito que o Fortunati estive aqui, hoje, e liguei para convidá-lo. Fui um dos primeiros a ligar para o Fortunati quando do lamentável episódio (da impugnação da chapa), porque havia justificativa legal para que continuasse na disputa", disse Melo, no Ritter Hotel, no centro da cidade, onde celebrou a continuidade no pleito.
A chapa tem o vereador Ricardo Gomes (DEM) como vice. Juntos, Melo e Gomes somaram 200.280 votos mil votos. Deputado estadual e ex-vice-prefeito da Capital no governo de Fortunati, Melo havia perdido a disputa ao Paço Municipal em 2016 para Nelson Marchezan Júnior (PSDB), atual prefeito. Na comemoração, porém, buscou conter os correligionários que gritavam “Fora Marchezan”, no Ritter Hotel.
Também na comemoração, Melo elogiou a oponente do segundo turno, Manuela D’Ávila, e sua votação, mas ponderou que todos os candidatos devem fazer uma grande reflexão sobre a alta abstenção. E antecipou que vai buscar nesta segunda-feira (16) o apoio de outros candidatos, como Valter Nagelstein (PSD) e Derly (REP).
A campanha de Melo foi marcada por propostas de liberalização da economia, redução da burocracia, flexibilização no licenciamento ambiental e estímulos ao empreendedorismo. Na bandeira da flexibilização das atividades empresariais em meio à pandemia, Melo chegou a prometer a abertura completa das atividades econômicas na Capital, caso seja eleito.
Comentários CORRIGIR TEXTO