Porto Alegre, segunda-feira, 16 de novembro de 2020.
Dia Internacional da Tolerância.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 16 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 00h24min, 16/11/2020. Atualizada em 00h30min, 16/11/2020.

Sete capitais brasileiras elegeram prefeitos no primeiro turno

Em 18 capitais, eleitores voltarão às urnas no dia 29 de novembro

Em 18 capitais, eleitores voltarão às urnas no dia 29 de novembro


TARSO SARRAF/AFP/JC
Juliano Tatsch
Em um dia em que a divulgação dos resultados da apuração dos votos demorou bem mais do que de costume, os eleitores de sete capitais do Brasil elegeram seus prefeitos já no primeiro turno. Em Salvador, Campo Grande, Belo Horizonte, Curitiba, Natal, Florianópolis e Palmas, a população não precisará voltar às urnas no dia 29 de novembro.
Em um dia em que a divulgação dos resultados da apuração dos votos demorou bem mais do que de costume, os eleitores de sete capitais do Brasil elegeram seus prefeitos já no primeiro turno. Em Salvador, Campo Grande, Belo Horizonte, Curitiba, Natal, Florianópolis e Palmas, a população não precisará voltar às urnas no dia 29 de novembro.
Já nas outras 18 capitais, a definição de quem irá ditar os rumos das cidades ficou para o fim do mês. Em Macapá capital do Amapá, a eleição foi adiada em razão do apagão elétrico pelo qual a cidade e boa parte do estado passou na última semana. O primeiro turno na cidade ficou para o dia 13 de dezembro.
Os dois principais colégios eleitorais do País, São Paulo e Rio e Janeiro, verão o atual prefeito na disputa do segundo turno. Enquanto no Rio, Marcelo Crivella (Republicanos) ficou em segundo e terá de reverter a vantagem de Eduardo Paes (DEM), em São Paulo, Eduardo Covas (PSDB) é favorito para mais um mandato, mas contra um adversário surpreendente: Guilherme Boulos (PSOL) quebrou a banca e irá buscar o voto dos paulistanos no dia 29.
Das três capitais da região Sul do País, apenas Porto Alegre deixou a definição para o segundo turno. EM Curitiba, capital do Paraná, o atual prefeito, Rafael Greca (DEM), se reelegeu no primeiro turno. Já em Florianópolis, o eleito foi Gean Loureiro (DEM).

Confira os resultados da votação deste domingo (15):

Rio Branco (Acre)
  • Tião Bocalom (PP) – 49,5%
  • Socorro Nery (PSB) – 22,6%
Maceió (Alagoas)
  • Alfredo Gaspar de Mendonça (MDB) – 29,2%
  • João Henrique Caldas (PSB) – 28,4%
Manaus (Amazonas)
  • Amazonino Mendes (Podemos) – 23,9%
  • David Almeida (Avante) – 22,3%
Salvador (Bahia)
  • Bruno Reis (DEM) – 64,1% (eleito)
Fortaleza (Ceará)
  • José Sarto (PDT) – 35,7%
  • Capitão Wagner (Pros) – 33,3%
Vitória (Espírito Santo)
  • Delegado Pazolini (Republicanos) – 30,9%
  • João Coser (PT) – 21,8%
Goiânia (Goiás)
  • Maguito Vilela (MDB) – 36,0%
  • Vanderlan Cardoso (PSD) – 24,6%
São Luís (Maranhão)
  • Eduardo Braide (Podemos) – 37,7%
  • Duarte Jr. (Republicanos) – 22,1%
Cuiabá (Mato Grosso)
  • Abilio Jr. (Podemos) – 33,7%
  • Emanuel Pinheiro (MDB) – 30,6%
Campo Grande (Mato Grosso do Sul)
  • Marquinhos Trad (PSD) – 52,5% (eleito)
Belo Horizonte (Minas Gerais)
  • Alexandre Kalil (PSD) – 63,3% (eleito)
Belém (Pará)
  • Edmilson Rodrigues (PSOL) – 34,2%
  • Delegado Eguchi (Patriotas) – 23,0%
João Pessoa (Paraíba)
  • Cícero Lucena (PP) – 20,7%
  • Ruy Carneiro (PSDB) – 16,6%
Curitiba (Paraná)
  • Rafael Greca (DEM) - 59,7% (eleito)
Recife (Pernambuco)
  • João Campos (PSB) – 29,1%
  • Marília Arraes (PT) – 27,9%
Teresina (Piauí)
  • Dr. Pessoa (MDB) – 34,5%
  • Kleber Montezuma (PSDB) – 26,7%
Rio de Janeiro (Rio de Janeiro)
  • Eduardo Paes (DEM) – 37,0%
  • Marcelo Crivella (Republicanos) – 21,9%
Natal (Rio Grande do Norte)
  • Álvaro Dias (PSDB) – 57,5% (eleito)
Porto Alegre (Rio Grande do Sul)
  • Sebastião Melo (MDB) – 31,0%
  • Manuela D’ávila (PCdoB) – 29,0%
Porto Velho (Rondônia)
  • Hildon Chaves (PSDB) – 34,0%
  • Cristiane Lopes (PP) – 14,3%
Boa Vista (Roraima)
  • Arthur Henrique (MDB) – 49,6%
  • Otacci Nascimento (Solidariedade) – 10,5%
Florianópolis (Santa Catarina)
  • Gean Loureiro (DEM) - 53,4% (eleito)
São Paulo (São Paulo)
  • Bruno Covas (PSDB) – 32,8%
  • Guilherme Boulos (PSOL) – 20,2%
Aracaju (Sergipe)
  • Edvaldo Nogueira (PDT) – 45,5%
  • Delegada Danielle (Cidadania) – 21,3%
Palmas (Tocantins)
  • Cinthia Ribeiro (PSDB) – 36,2% (eleita)
Comentários CORRIGIR TEXTO