Porto Alegre, sábado, 14 de novembro de 2020.
Dia do Bandeirante.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 14 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 17h10min, 14/11/2020. Atualizada em 17h25min, 14/11/2020.

TRE-RS define urnas eletrônicas que serão auditadas no Rio Grande do Sul

Urnas passam por verificação de sistemas de votação; segurança dos equipamentos é checada

Urnas passam por verificação de sistemas de votação; segurança dos equipamentos é checada


LUIZA PRADO/JC
Doze urnas eletrônicas das mais de 23,7 mil que estarão em seções eleitorais no Rio Grande do Sul serão auditadas para verificar a segurança do sistema de votação. Sorteio neste sábado (14) definiu os equipamentos que passarão pelas verificações neste domingo (15), dia do primeiro turno.
Doze urnas eletrônicas das mais de 23,7 mil que estarão em seções eleitorais no Rio Grande do Sul serão auditadas para verificar a segurança do sistema de votação. Sorteio neste sábado (14) definiu os equipamentos que passarão pelas verificações neste domingo (15), dia do primeiro turno.
Devido à pandemia, a escolha foi transmitida ao vivo pelo canal do TRE-RS no YouTube. O público pode assistir para ver como foi feito o procedimento. As urnas, antes de irem às seções, passam por testes e são lacradas.
Segundo o tribunal, as quatro primeiras urnas sorteadas, uma por Porto Alegre e outras três representando o Estado, são submetidas à chamada Votação Paralela. A medida ocorre desde a eleição de 2002 em todo o País e busca "comprovar a correta captação e contabilização do voto pela urna", explica o TRE-RS.
São duas urnas de  Porto Alegre e as outras duas de Santa Clara do Sul e Vacaria. As quatro sorteadas são retiradas das seções e substituídas. Depois são levadas ao prédio II do novo fórum da Justiça Estadual em Porto Alegre. A votação paralela segue o horário da eleição, das 7 às 17h. A verificação é feita sobre a montagem, lacração e execução de sistemas.
A auditoria de verificação de autenticidade e integridade dos sistemas, será feita de urnas em Charqueadas, Caxias do Sul, Tenente Portela, Ijuí, Pelotas, Camaquã, Santa Cruz do Sul e Canguçu. O procedimento é nas Zonas Eleitorais, com supervisão do juiz eleitoral, partidos, Ministério Público Eleitoral, OAB, imprensa e outros interessados, detalha nota no site do TRE-RS.
Comentários CORRIGIR TEXTO