Porto Alegre, quinta-feira, 22 de outubro de 2020.
Dia do Enólogo.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 22 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 21h06min, 22/10/2020.

Candidatos à prefeitura trazem propostas de longo prazo para Porto Alegre

Encontro foi transmitido pela internet e reuniu 11 dos 13 postulantes ao Paço Municipal

Encontro foi transmitido pela internet e reuniu 11 dos 13 postulantes ao Paço Municipal


DIVULGAÇÃO FACEBOOK
Pedro Carrizo
Com a proposta de dialogar sobre o legado que deixarão para uma Porto Alegre do futuro, os candidatos ao Paço Municipal se encontraram nesta quinta-feira (22) para apresentar seus planos de gestão a longo prazo, que venham a trazer melhorias para a cidade nos próximos 30 anos. Ações sobre sustentabilidade e inclusão foram os temas que nortearam a discussão, realizada virtualmente.
Com a proposta de dialogar sobre o legado que deixarão para uma Porto Alegre do futuro, os candidatos ao Paço Municipal se encontraram nesta quinta-feira (22) para apresentar seus planos de gestão a longo prazo, que venham a trazer melhorias para a cidade nos próximos 30 anos. Ações sobre sustentabilidade e inclusão foram os temas que nortearam a discussão, realizada virtualmente.
Participaram 11 dos 13 candidatos: Gustavo Paim (PP), João Derly (Republicanos), José Fortunati (PTB), Juliana Brizola (PDT), Manuela D'Ávila (PCdoB), Montserrat Martins (PV), Nelson Marchezan Júnior (PSDB), Rodrigo Maroni (PROS), Sebastião Melo (MDB), Valter Nagelstein (PSD). Fernanda Melchionna (PSOL) participou brevemente do encontro e saiu devido ao falecimento da mãe de seu colega de partido Pedro Ruas, dona Flora Fagundes Ruas. Ficaram de fora Júlio Flores (PSTU) e Luiz Delvair (PCO).
Realizado pelo coletivo Porto Alegre Inquieta, o evento online trouxe para o debate a Carta 2050, documento construído a partir de mais de 200 rodas de conversa na Capital e 3 mil pessoas, que sugere ações como gestão participativa e inclusão social para uma cidade com mais atuação popular. A Carta 2050 foi compartilhada com todos os participantes do painel, formada por agentes sociais, lideranças comunitárias e membros dos coletivos, além dos candidatos, que não foram os protagonistas do encontro.
O formato do painel se diferenciou ao colocar os candidatos mais como ouvintes e, como informado no início da transmissão, o encontro não era um debate. Ou seja, não houve perguntas entre os concorrentes. Exemplos de gestão municipal, como o da cidade de Medellín, na Colômbia, que se baseiam na colaboração social, foram apresentadas aos candidatos. Representantes da comunidade Bom Jesus e Vila Planetário também participaram
Ao serem questionados se suas propostas vinham ao encontro da Carta 2050, todos os postulantes se mostraram favoráveis e identificados ao documento, que é regido por uma política de participação cidadão permanente. Temas como o Orçamento Participativo, fortalecimento de conselhos municipais, o Pacto Alegre, o cooperativismo e o combate as desigualdades e ações ambientais permearam a discussão.
O encontro foi transmitido nos canais do Youtube e Facebook do coletivo Porto Alegre Inquieta e ficará disponível nas mesmas plataformas. Em outros encontros durante as eleições de 2020, os candidatos debateram em painel com professores e alunos do Colégio Anchieta, abordaram temas como o setor de comércio, o Plano Diretor da Capital, e propostas para as áreas da educação e da tecnologia, além de avaliarem a atual gestão do prefeito Marchezan.
Comentários CORRIGIR TEXTO