Porto Alegre, quinta-feira, 08 de outubro de 2020.
Dia do Nordestino e dia Nacional do Combate a Cartéis.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 08 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Câmara de Porto Alegre

- Publicada em 00h06min, 08/10/2020.

LDO 2021 de Porto Alegre prevê equilíbrio fiscal

Em sessão virtual, foi aprovada peça orçamentária de R$ 7,9 bilhões

Em sessão virtual, foi aprovada peça orçamentária de R$ 7,9 bilhões


/ Débora Ercolani/CMPA/JC
Rariane Costa
O Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2021, que prevê equilíbrio fiscal entre receitas e despesas de R$ 7,9 bilhões na Capital, foi aprovado com 22 votos favoráveis e sete contrários em sessão da Câmara de Porto Alegre nesta quarta-feira (7). Sete emendas também foram aprovadas durante a tarde.
O Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2021, que prevê equilíbrio fiscal entre receitas e despesas de R$ 7,9 bilhões na Capital, foi aprovado com 22 votos favoráveis e sete contrários em sessão da Câmara de Porto Alegre nesta quarta-feira (7). Sete emendas também foram aprovadas durante a tarde.
Após encaminhamento, o prefeito Nelson Marchezan Júnior (PSDB) tem prazo de 15 dias para sanção.
Conforme justificativa do projeto, havia uma expectativa de superávit de R$ 19,65 milhões, o que representava uma diferença em relação aos anos anteriores, ainda assim revista diante da crise causada pela Covid-19.
No campo dos investimentos, o gasto mais representativo é o da Estação de Tratamento de Água da Ponta do Arado, que chega a R$ 220 milhões.
É seguido pelo Sistema de Abastecimento de Água São João e outros sete projetos de ampliação do abastecimento, desburocratização e modernização administrativa, que somam R$ 123 milhões.
A macrodrenagem do Arroio Areia consumirá R$ 107 milhões do orçamento de 2021, assim como novas tecnologias de informação e comunicação, outros R$ 99,9 milhões.
A base utilizada pela Secretaria Municipal de Planejamento e Gestão para construir a peça orçamentária do próximo ano para o município de Porto Alegre foi a manutenção do patamar dos serviços públicos vigentes, em especial nas áreas de educação, saúde, infraestrutura e assistência social.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO