Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 11h13min, 20/08/2020. Atualizada em 11h55min, 20/08/2020.

Fernanda Melchionna deixa a liderança do PSOL na Câmara dos Deputados para se dedicar à pré-campanha

Fernanda tem o ex-árbitro Marcio Chagas como vice na chapa que disputará a Prefeitura

Fernanda tem o ex-árbitro Marcio Chagas como vice na chapa que disputará a Prefeitura


CARINA KUNZE/PSOL/DIVULGAÇÃO/JC
A deputada federal Fernanda Melchionna (RS) deixou a liderança do partido na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (20). No lugar dela, assume a parlamentar de São Paulo, Sâmia Bomfim. Fernanda deixa a liderança para se dedicar à pré-campanha para prefeitura de Porto Alegre, que conta com o ex-árbitro de futebol e comunicador Márcio Chagas como vice. A disputa pela prefeitura da Capital deve ter recorde de candidatos neste ano
A deputada federal Fernanda Melchionna (RS) deixou a liderança do partido na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (20). No lugar dela, assume a parlamentar de São Paulo, Sâmia Bomfim. Fernanda deixa a liderança para se dedicar à pré-campanha para prefeitura de Porto Alegre, que conta com o ex-árbitro de futebol e comunicador Márcio Chagas como vice. A disputa pela prefeitura da Capital deve ter recorde de candidatos neste ano
No último mês, a pré-campanha de Fernanda já reuniu mais de 500 pessoas para discutir o programa coletivo que será apresentado na próxima sexta-feira (21) às 18h. 
"Tive a honra de liderar o PSOL em um dos momentos mais complexos da política nacional nas últimas décadas. Fizemos uma luta incansável para enfrentar a política genocida e negacionista de Bolsonaro e salvar vidas. Em meses, aprovei mais projetos de lei do que Bolsonaro em quase três décadas de parlamentar. O PSOL foi o partido mais pedra no sapato do governo, atuando sempre para em defesa do povo durante a pandemia. Agora em Porto Alegre, com a pré-campanha, seguiremos lutando para fazer da nossa cidade uma trincheira de resistência ao autoritarismo", disse Fernanda.
Comentários CORRIGIR TEXTO