Porto Alegre, quinta-feira, 24 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 24 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

câmara de Porto alegre

- Publicada em 22h32min, 05/08/2020. Atualizada em 08h34min, 06/08/2020.

Marchezan diz que processo de impeachment tem motivação eleitoral

Em vídeo, Marchezan defendeu a alocação de recursos à saúde durante a sua gestão

Em vídeo, Marchezan defendeu a alocação de recursos à saúde durante a sua gestão


REPRODUÇÃO/JC
O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, se pronunciou na noite desta quarta-feira (5) sobre a abertura de processo de impeachment aprovada pela Câmara Municipal da Capital. Em vídeo, Marchezan defendeu a alocação de recursos à saúde durante a sua gestão e afirmou que o pedido tem motivação eleitoral. 
O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, se pronunciou na noite desta quarta-feira (5) sobre a abertura de processo de impeachment aprovada pela Câmara Municipal da Capital. Em vídeo, Marchezan defendeu a alocação de recursos à saúde durante a sua gestão e afirmou que o pedido tem motivação eleitoral. 
A denúncia contra o prefeito alega haver irregularidades da prefeitura na alocação de R$ 3,1 milhões do Fundo Municipal da Saúde em ações publicitárias para campanhas de vacinação e cuidados contra a Covid-19. Marchezan se defendeu da acusação afirmando que demais gestores, da esfera federal e estadual, também utilizaram recursos de fundos para o mesmo fim, "porque isto está na Constituição". Segundo ele, a prefeitura utilizou metade do orçamento de R$ 6 milhões aprovado pela Câmara dentro do fundo municipal para campanhas de saúde. 
O prefeito atribuiu a abertura do processo à proximidade das eleições municipais, que ocorrem em novembro. "Se vocês abriram esse processo pelos meus méritos e acertos, não pensem que eu vou me aproximar dos seus erros para evitar qualquer decisão dos senhores dentro desse impeachment", avisou.
Marchezan defendeu as medidas tomadas pelas sua gestão para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus em Porto Alegre. "Desde o início da pandemia, nós avisamos à sociedade, com muita tristeza e tomando decisões muito difíceis, que nós iríamos errar. Cometer erros diários, sempre buscando acertar, mas que iríamos errar muito em uma pandemia onde todos estão buscando certezas e caminhos que ainda não foram trilhados pela humanidade", afirmou.
Comentários CORRIGIR TEXTO