Porto Alegre, terça-feira, 21 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 21 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

lava jato

Atualizada em 03h00min, 21/07/2020.

Lula vai ao STJ para obrigar governo a dar informações sobre FBI e Lava Jato

A defesa do ex-presidente Lula protocolou um mandado de segurança no Superior Tribunal da Justiça (STJ) contra a decisão do ministro da Justiça, André Mendonça, de negar acesso às informações relacionadas à cooperação internacional entre a Lava Jato e autoridades americanas. A apuração é da Folha de S.Paulo. A suspeita de que a força-tarefa da Operação Lava Jato colabore em caráter não formalizado com o governo americano é aventada desde 2016 pela defesa de Lula.
A defesa do ex-presidente Lula protocolou um mandado de segurança no Superior Tribunal da Justiça (STJ) contra a decisão do ministro da Justiça, André Mendonça, de negar acesso às informações relacionadas à cooperação internacional entre a Lava Jato e autoridades americanas. A apuração é da Folha de S.Paulo. A suspeita de que a força-tarefa da Operação Lava Jato colabore em caráter não formalizado com o governo americano é aventada desde 2016 pela defesa de Lula.
Os advogados pedem "que seja concedida a segurança, a fim de que se franqueie acesso à cópia integral de todos os eventuais registros relativos ao intercâmbio de informações, contatos, encontros, provas, procedimentos e investigações entre as autoridades locais e norte-americanas no âmbito da Operação Lava Jato". Uma reportagem do jornal The Intercept Brasil em parceria com a Agência Pública indica que agentes do FBI teriam atuado em investigações realizadas no território nacional pela Lava Jato. E o suposto intercâmbio entre os procuradores e os agentes americanos será citado pelo PT em suas ações contra os procuradores da Lava Jato em Curitiba.
Comentários CORRIGIR TEXTO