Porto Alegre, quarta-feira, 24 de junho de 2020.
Dia da Indústria Gráfica.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 24 de junho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Funcionalismo

24/06/2020 - 08h40min. Alterada em 24/06 às 08h49min

Tesouro do Estado quita salários de servidores que recebem até R$ 3 mil nesta quarta-feira

A próxima parcela paga pelo governo gaúcho permanece prevista para 10 de julho

A próxima parcela paga pelo governo gaúcho permanece prevista para 10 de julho


MARCO QUINTANA/JC
O Tesouro do Estado paga uma nova parcela aos servidores do poder Executivo referente à folha de maio nesta quarta-feira. Com o novo depósito, de R$ 800, que estava previsto inicialmente para o dia 10 de julho, serão quitados os contracheques com valor líquido até R$ 3 mil - o que representa 57% dos funcionários.
O Tesouro do Estado paga uma nova parcela aos servidores do poder Executivo referente à folha de maio nesta quarta-feira. Com o novo depósito, de R$ 800, que estava previsto inicialmente para o dia 10 de julho, serão quitados os contracheques com valor líquido até R$ 3 mil - o que representa 57% dos funcionários.
Quem recebe acima desse valor também recebe o mesmo valor na conta, já que o pagamento é realizado no sistema de parcelas aos servidores. O novo pagamento foi possível pela arrecadação estadual estar, neste momento, maior do que o projetado inicialmente.
A próxima parcela permanece prevista para 10 de julho, mas com novo valor, de R$ 2.250. Caso haja possibilidade dos depósitos acontecerem antes dessa data, a mudança será comunicada.
A quitação total da folha de maio também segue prevista para o dia 13 de julho, contando com o ingresso da segunda parcela relativa ao suporte federal destinado à recomposição de perdas de arrecadação decorrentes da crise da Covid-19.
Comentários