Porto Alegre, segunda-feira, 22 de junho de 2020.
Dia do Aeroviário.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 22 de junho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Assembleia Legislativa

22/06/2020 - 20h26min. Alterada em 22/06 às 20h49min

Deputados gaúchos querem que Banrisul abra linha de crédito específica para artistas

O cantor e deputado estadual Luiz Marenco - que, assim como outros artistas gaúchos, teve os shows interrompidos devido à pandemia de Covid-19 - defende linha de crédito específica para a classe artística

O cantor e deputado estadual Luiz Marenco - que, assim como outros artistas gaúchos, teve os shows interrompidos devido à pandemia de Covid-19 - defende linha de crédito específica para a classe artística


CLAITON DORNELLES /JC
Durante uma videoconferência com deputados estaduais e músicos gaúchos nesta segunda-feira (22), o diretor do Banrisul, Osvaldo Lobo Pires, disse que as linhas de crédito disponíveis aos segmentos afetados pelo coronavírus também estão disponíveis à classe artística. Segundo o presidente do Banrisul, a entidade está liberando mais crédito atualmente do que antes da pandemia. Artistas e Deputados questionam medidas e pedem crédito específico à trabalhadores da cultura. Na mesma videoconferência, Pires anunciou que o banco vai patrocinar 200 lives de artistas gaúchos
Durante uma videoconferência com deputados estaduais e músicos gaúchos nesta segunda-feira (22), o diretor do Banrisul, Osvaldo Lobo Pires, disse que as linhas de crédito disponíveis aos segmentos afetados pelo coronavírus também estão disponíveis à classe artística. Segundo o presidente do Banrisul, a entidade está liberando mais crédito atualmente do que antes da pandemia. Artistas e Deputados questionam medidas e pedem crédito específico à trabalhadores da cultura. Na mesma videoconferência, Pires anunciou que o banco vai patrocinar 200 lives de artistas gaúchos
O cantor, compositor e deputado estadual Luiz Marenco (PDT) – que relatou estar sem fazer shows desde 7 de março – avalia que “é necessário que o banco crie uma linha de crédito específica para os artistas e demais trabalhadores da música e da cultura, que estão há mais de 90 dias impedidos de trabalhar e com a sua situação financeira cada vez pior”. Marenco presidiu a Comissão Especial da Cadeia Produtiva da Música e da Cultura Gaúcha, que mapeou as principais dificuldades dos artistas do Rio Grande do Sul. 
“Essa linha de crédito tem de beneficiar amplamente a categoria e garantir uma carência maior para pagamento, pois sabemos que os eventos serão o último setor a ser retomado quando passar a pandemia, e não há qualquer previsão neste sentido”, defendeu Marenco.
O alto índice de informalidade na área cultural também dificulta o acesso às linhas de crédito. Entretanto, o cantor César Oliveira, adido cultural da música gaúcha, afirmou que esse número gira em torno de 40%. Ou seja, embora seja um número alto, está no mesmo patamar do restante da economia brasileira. Oliveira reclamou que, mesmo grupos mais consolidados como empresas formais, estão enfrentando dificuldades de acesso a crédito.
Comentários