Porto Alegre, sexta-feira, 15 de maio de 2020.
Dia do Assistente Social.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 15 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

GOVERNO DO ESTADO

Alterada em 15/05 às 16h13min

Distanciamento controlado terá primeira atualização neste sábado

Governador Eduardo Leite disse que não cederá a pressões de setores e municípios para troca de  bandeiras

Governador Eduardo Leite disse que não cederá a pressões de setores e municípios para troca de bandeiras


FACEBOOK/REPRODUÇÃO/JC
Fenanda Crancio
No final da tarde deste sábado (16), o governo do Estado divulgará a primeira atualização semanal do modelo de distanciamento controlado, que poderá implicar em alteração das bandeiras que determinam os graus de risco e níveis de restrições regionais. A nova formatação das cores do mapa gaúcho será divulgada no site institucional do Executivo gaúcho, por volta das 17h, e passará a valer a partir de segunda-feira (18).
No final da tarde deste sábado (16), o governo do Estado divulgará a primeira atualização semanal do modelo de distanciamento controlado, que poderá implicar em alteração das bandeiras que determinam os graus de risco e níveis de restrições regionais. A nova formatação das cores do mapa gaúcho será divulgada no site institucional do Executivo gaúcho, por volta das 17h, e passará a valer a partir de segunda-feira (18).
O modelo, anunciado no dia 9 de maio, completa uma semana em vigor e será atualizado a cada sábado, o que não significa, necessariamente, que haja mudança das cores das bandeiras a cada novo ciclo. Segundo o governador Eduardo Leite, por se tratar de um "modelo inovador", o distanciamento está sujeito a adequações e, por isso, o Estado está aberto a ouvir opiniões da comunidade, de entidades e prefeituras para entender o impacto do projeto nos municípios e, se necessário, aprimorá-lo. "Nada tem a ver com fragilização do modelo, mas sim com fortalecê-lo para refletir as condições de saúde de cada uma das regiões e enfrentarmos a pandemia, sempre priorizando a vida". disse.
O chefe do Executivo gaúcho voltou a falar que não cederá a pressões de setores e regiões para a troca de bandeiras e que as cores seguem o planejamento de acordo com a capacidade de atendimento hospitalar e internações de cada uma das 20 divisões regionais do Estado, pontos considerados fundamentais para o estabelecimento dos protocolos que regram cada cor de bandeira ( amarela, laranja, vermelha e preta). “Os primeiros dias serviram para que a população conhecesse mais o modelo e também para que ouvíssemos as ponderações da sociedade”, reforçou Leite.
Na primeira semana de vigência do distanciamento controlado, apenas o Vale do Taquari apresentou maior nível de restrição regional, com bandeira vermelha, medida que que vem sendo contestado por prefeituras e setores, inclusive judicialmente.
Comentários