Porto Alegre, sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Dia do Trânsito.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sexta-feira, 25 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

congresso nacional

- Publicada em 03h00min, 29/04/2020.

Maia avalia que diretor da PF enfrentará dificuldades

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta terça-feira que o novo diretor-geral da Polícia Federal (PF), Alexandre Ramagem, enfrentará dificuldades na corporação pela controvérsia causada por sua nomeação pelo presidente Jair Bolsonaro. O novo diretor-geral da PF era diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e é homem de confiança do presidente e de seus filhos. Maia concedeu, nesta terça-feira, entrevista ao programa do apresentador José Luiz Datena, na Band. Na conversa, o deputado afirmou não conhecer Ramagem, mas disse fazer a avaliação de que ele terá "dificuldade na corporação, na forma como ficou polêmica a sua nomeação".
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta terça-feira que o novo diretor-geral da Polícia Federal (PF), Alexandre Ramagem, enfrentará dificuldades na corporação pela controvérsia causada por sua nomeação pelo presidente Jair Bolsonaro. O novo diretor-geral da PF era diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) e é homem de confiança do presidente e de seus filhos. Maia concedeu, nesta terça-feira, entrevista ao programa do apresentador José Luiz Datena, na Band. Na conversa, o deputado afirmou não conhecer Ramagem, mas disse fazer a avaliação de que ele terá "dificuldade na corporação, na forma como ficou polêmica a sua nomeação".
"A gente sabe que a Polícia Federal é uma corporação muito unida, que trabalha de forma muito independente. Qualquer tipo de interferência é sempre rechaçado. A gente viu em outros governos que foi assim. Mas eu não conheço (Ramagem)", disse.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO