Porto Alegre, sábado, 26 de setembro de 2020.
Dia Nacional dos Surdos.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 26 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Eleições 2020

- Publicada em 12h35min, 30/03/2020. Atualizada em 21h09min, 30/03/2020.

Fortunati se filia ao PTB e pode concorrer à prefeitura de Porto Alegre

Então PDT, Fortunati governou a Capital gaúcha entre 2010 e 2016

Então PDT, Fortunati governou a Capital gaúcha entre 2010 e 2016


Jeferson Bittencourt/Reprodução/JC
Diego Nuñez
Prefeito de Porto Alegre entre 2010 e 2016, José Fortunati poderá retornar ao Paço Municipal. O sucessor de José Fogaça (PMDB) e vencedor das eleições municipais de 2012 já havia deixado o PDT, em 2017, e agora ingressou no PTB, em ato fechado de filiação nesta segunda-feira (30).
Prefeito de Porto Alegre entre 2010 e 2016, José Fortunati poderá retornar ao Paço Municipal. O sucessor de José Fogaça (PMDB) e vencedor das eleições municipais de 2012 já havia deixado o PDT, em 2017, e agora ingressou no PTB, em ato fechado de filiação nesta segunda-feira (30).
Não é certo que Fortunati disputará a prefeitura da Capital gaúcha em 2020. Ele estava em Portugal, onde fazia mestrado em ciência política no Instituto Universitário de Lisboa. Com as aulas suspensas em virtude da pandemia de coronavírus que se alastrou pelo mundo e se concentrou na Europa, voltou à cidade natal e decidiu retornar à política institucional.
“Já que estou em Porto Alegre, comecei a conversar com as pessoas para volta à política”, contou o ex-prefeito, que fez isolamento voluntário ao chegar no país. A filiação ao PTB é apenas uma abertura de discussões sobre seu futuro na Capital gaúcha.
“Não significa que eu serei, de fato, candidato. Como os prazos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se mantêm, eu não teria nem como discutir se não me filiasse. Posso concorrer a prefeito, a vereador ou apoiar um candidato. Isso será discutido”, declarou o agora petebista.
Fortunati contou que escolheu o partido pois sempre teve “uma relação muito positiva com a militância”. “O PTB faz parte do campo que eu sempre transitei, esteve nas minhas gestões na prefeitura, durante os sete anos que fui prefeito e foram sempre extremamente solidários ao governo”, concluiu.
Outro fator que fez o prefeito que governou Porto Alegre durante as jornadas de julho de 2013 e a Copa do Mundo de 2014 escolher o PTB foi uma conversa com Roberto Jefferson, presidente nacional do partido, e um convite para ser colaborador na Fundação Getúlio Vargas.
José Fortunati não tem pressa para definir seu futuro. Mesmo que o TSE tenha mantido o prazo de filiação partidárias para 4 de abril, ele tem a “convicção que dificilmente haverá eleição em 2020”.
Na opinião de Fortunati, o calendário eleitoral sofrerá alterações na medida que a Covid-19 contagia mais e mais pessoas pelo Brasil. Para ele, as eleições municipais podem ser disputadas apenas em 2021. O que deixa Fortunati tranquilo para decidir se será ou não candidato à prefeitura de Porto Alegre.
Comentários CORRIGIR TEXTO