Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 21 de janeiro de 2020.
Feriado nos EUA: Dia de Martin Luther King.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

fórum social mundial

Edição impressa de 21/01/2020. Alterada em 21/01 às 03h00min

Racismo e meio ambiente marcam início dos debates do Fórum Social das Resistências

O Fórum Social das Resistências inicia as atividades, nesta terça-feira (21), abordando temas como o racismo e o meio ambiente, além da tradicional marcha de abertura. Embora a caminhada que abre o Fórum Social das Resistências, um desdobramento do Fórum Social Mundial, esteja marcada para o final do dia, desde a tarde acontecem atividades do evento.
O Fórum Social das Resistências inicia as atividades, nesta terça-feira (21), abordando temas como o racismo e o meio ambiente, além da tradicional marcha de abertura. Embora a caminhada que abre o Fórum Social das Resistências, um desdobramento do Fórum Social Mundial, esteja marcada para o final do dia, desde a tarde acontecem atividades do evento.
A primeira é o seminário dos povos de terreiro na defesa do Estado laico, contra o racismo religioso, contra o genocídio da juventude negra, o feminicídios e o desmonte das políticas públicas, marcado para às 13h, no plenário Ana Terra, da Câmara Municipal de Porto Alegre. Às 14h, no Plenarinho da Assembleia Legislativa, acontece o debate sobre Direito Ambiental e Agroecologia: iniciativas parlamentares de resistências.
Na quarta-feira (22), a programação é mais extensa: ocorrerão dezenas de assembleias de convergência, que acontecerão em vários locais de Porto Alegre e outras cidades metropolitanas. O objetivo é elencar questões sobre determinados temas e encaminhá-las à Assembleia dos Povos (marcada para acontecer sexta-feira, 24). 
Entre as assembleia de convergência, está a que vai abordar o assunto "Comunicação, as Mídias Livres e as Lutas por Democracia", às 10h, no auditório do Camp (Centro de Assessoria Multiprofissional); e a que vai tratar da "Resistência no Estado mínimo: Perda de direitos, possibilidades e economia solidária", às 16h, no auditório do Cpers Sindicato.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia