Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 25 de novembro de 2019.
Dia do Doador de Sangue.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Partidos

Edição impressa de 25/11/2019. Alterada em 25/11 às 03h00min

PCdoB tem Manuela pré-candidata e escolhe Roso para diretório estadual

A Conferência Estadual do PCdoB, realizada neste sábado (23), na capital gaúcha, teve uma fala da ex-deputada estadual Manuela d'Ávila, em que se colocou disponível para ser pré-candidata da sigla à prefeitura de Porto Alegre nas eleições de 2020.
A Conferência Estadual do PCdoB, realizada neste sábado (23), na capital gaúcha, teve uma fala da ex-deputada estadual Manuela d'Ávila, em que se colocou disponível para ser pré-candidata da sigla à prefeitura de Porto Alegre nas eleições de 2020.
No hotel Embaixador, Manuela discursou ao lado de quadros de outros partidos de esquerda, como Pedro Ruas (PSOL) e Tarso Genro (PT) e, ainda no sábado, em suas redes sociais, falou na reunião dessas e de outras legendas do campo esquerdista para "fazer de Porto Alegre uma cidade livre de fascismo", o que significaria um município "sem fome, sem miséria, sem intolerância".
Para isso, Manuela defende a realização de um congresso para elaborar "um programa pactuado pelos partidos e população", que também serviria como "prévias para escolhermos a candidatura que nos representará. Meu nome está à disposição para subvertermos a política que não escuta e não acredita na vida e na solidariedade", completou Manuela, que, em 2018, foi vice na chapa do petista Fernando Haddad ao Palácio do Planalto.
O ex-deputado estadual Juliano Roso foi reeleito presidente estadual PCdoB, e, como vice, foi escolhido Werner Rempel, de Santa Maria e oriundo do antigo Partido Pátria Livre (PPL). Participaram da eleição 198 delegados escolhidos em diversos municípios do Estado, que elegeram o novo diretório estadual, composto de 107 membros. Cerca de 500 filiados participaram do evento.
Roso também pontuou a ideia de uma frente eleitoral de esquerda e centro-esquerda, citando PT, PDT, PSB e o PSOL.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia