Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 04 de outubro de 2019.
Dia do Barman e dia Mundial dos Animais.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Decoro parlamentar

Edição impressa de 04/10/2019. Alterada em 04/10 às 03h00min

Deputado paulista é advertido por ofensa a colega trans

O deputado estadual Douglas Garcia (PSL) recebeu, nesta quarta-feira (2), uma advertência verbal da Assembleia Legislativa de São Paulo por ter dito, em plenário, que tiraria "no tapa" uma transexual que usasse o mesmo banheiro feminino que sua mãe ou sua irmã.
O deputado estadual Douglas Garcia (PSL) recebeu, nesta quarta-feira (2), uma advertência verbal da Assembleia Legislativa de São Paulo por ter dito, em plenário, que tiraria "no tapa" uma transexual que usasse o mesmo banheiro feminino que sua mãe ou sua irmã.
Os processos no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar que resultaram na punição foram movidos pela deputada Erica Malunguinho (PSOL), que é trans e acusou o colega de transfobia, e pela deputada Professora Bebel (PT). Douglas foi convocado à reunião do conselho, onde a presidente do colegiado, Maria Lúcia Amary (PSDB), leu a advertência. O deputado estava sentado na primeira fileira da plateia e ouviu a punição de pé, sem protestar.
Fundador do Movimento Conservador (o antigo Direita São Paulo) e bolsonarista, Douglas afirmou que continuará defendendo que transexuais não podem usar o banheiro feminino.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia