Porto Alegre, domingo, 26 de julho de 2020.
Dia dos Avós.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 26 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Presidência da República

- Publicada em 03h05min, 11/09/2019. Atualizada em 03h00min, 11/09/2019.

Bolsonaro passa bem e deve voltar ao cargo amanhã

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) permanece em "contínua melhora de seu estado de saúde" dois dias após a realização da cirurgia que corrigiu uma hérnia incisional na região do abdômen, segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Vila Nova Star na manhã desta terça-feira (10). Segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, a expectativa é de que o presidente volte a exercer o cargo a partir de quinta-feira.
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) permanece em "contínua melhora de seu estado de saúde" dois dias após a realização da cirurgia que corrigiu uma hérnia incisional na região do abdômen, segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Vila Nova Star na manhã desta terça-feira (10). Segundo o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, a expectativa é de que o presidente volte a exercer o cargo a partir de quinta-feira.
Embora não exista previsão de alta, o médico Antônio Luiz Macedo afirmou mais cedo que o presidente deve permanecer no hospital até domingo. O presidente continuará com uma dieta líquida a base de água, chá, gelatina e caldo ralo, mas foi autorizado a tomar banho de chuveiro, o que ocorreu durante a manhã, quando também se barbeou.
O planejamento da Presidência da República é que Bolsonaro só deixe o local quando já estiver autorizado a viajar para Brasília. A primeira-dama Michelle Bolsonaro e o vereador Carlos Bolsonaro o acompanham no hospital. 
O filho do presidente publicou em suas redes sociais durante a manhã uma atualização do estado de saúde de Jair Bolsonaro. "O velho passa bem, tomou uma ducha agora pouco (sic) e a recuperação vai muito bem após mais uma cirurgia em virtude de tentativa de assassinato por ex-membro do PSOL", disse, fazendo referência ao atentado sofrido por Bolsonaro em Juiz de Fora há um ano, cometido por Adélio Bispo de Oliveira, que foi diagnosticado com transtorno psiquiátrico por médicos da Justiça Federal e que já foi filiado ao PSOL.
 
Comentários CORRIGIR TEXTO