Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 23 de abril de 2019.
Dia Mundial do Livro. Dia Mundial do Escoteiro.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

governo federal

Alterada em 23/04 às 12h55min

Carlos Bolsonaro volta a criticar Mourão: está 'no último suspiro de vida'

Postagem do filho do presidente é outro capítulo do desentendimento entre ele e Mourão

Postagem do filho do presidente é outro capítulo do desentendimento entre ele e Mourão


SERGIO LIMA/AFP/JC
Estadão Conteúdo
Em mais um ataque ao vice-presidente Hamilton Mourão, o vereador carioca Carlos Bolsonaro (PSL), que é filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), usou as redes sociais para criticar uma fala de Mourão sobre a crise econômica e política vivida pela Venezuela.
Na postagem de Carlos, Mourão aparece dando uma entrevista na qual menciona o apoio dos militares venezuelanos ao presidente Nicolás Maduro e diz que a população do país vizinho "tem que estar desarmada porque senão nós iríamos para uma guerra civil na Venezuela, o que seria horrível para o hemisfério como um todo".
A fala de Mourão foi classificada por Carlos como "pérolas que mostram muito mais do que palavras ao vento, mas algo que já acontece há muito tempo", o que seria, na interpretação do vereador, uma reação de alguém que está em seu "último suspiro de vida".
A postagem do filho do presidente é outro capítulo do desentendimento entre ele e Mourão. Nesta segunda-feira (22) Carlos já havia condenado o vice-presidente por ter curtido um tuíte crítico a Jair Bolsonaro e elogioso ao militar da reserva feito pela jornalista Rachel Sheherazade. No Domingo (21), Carlos publicou - e depois apagou - um vídeo com críticas ácidas do escritor Olavo de Carvalho aos militares.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia