Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 22 de março de 2019.
Dia Mundial da Água.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Contas públicas

22/03/2019 - 15h18min. Alterada em 22/03 às 15h42min

Vamos buscar outras soluções além do Banrisul, diz Mourão

Fala de Mourão foi feita após palestra em almoço com lideranças empresariais e políticas do RS

Fala de Mourão foi feita após palestra em almoço com lideranças empresariais e políticas do RS


Adnilton Farias/VPR/JC
Guilherme Kolling
O presidente em exercício, Hamilton Mourão (PRTB), afirmou nesta sexta-feira (22), em reunião-almoço na Fiergs, que o governo federal vai conversar com o Palácio Piratini para buscar uma solução alternativa ao Banrisul nas contrapartidas exigidas pela União para que o Estado possa aderir ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF).
“É claro que o governo federal sempre exige determinadas contrapartidas. Uma contrapartida que sempre é colocada na mesa é a questão do Banrisul. O governador considera que não é uma solução viável. Na próxima semana, o secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, está chegando aqui no Estado. E vamos ter uma boa conversa com o nosso ministro Paulo Guedes para buscarmos outras soluções para o Estado do Rio Grande do Sul.”
A fala de Mourão foi feita depois de sua palestra em almoço com lideranças empresariais e políticas do Rio Grande do Sul. Curiosamente, foi dita em resposta a uma das cinco perguntas feitas por escrito pelo público – a do RRF, especificamente, foi encaminhada pelo ex-chefe da Casa Civil do governo Sartori, Cleber Benvegnú, que questionou o presidente em exercício sobre a continuidade do RRF, salientando a importância da medida para o Estado. Quem leu as perguntas da plateia e fez a mediação foi o presidente da Fiergs, Gilberto Petry.
Mourão ainda revelou que a recuperação fiscal do Estado foi tratada durante a reunião a portas fechadas que teve no Palácio Piratini nesta sexta-feira. “Conversamos hoje pela manhã com o governador Eduardo Leite (PSDB) exatamente sobre esse assunto.” 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia