Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 21 de março de 2019.
Dia contra a Discriminação Racial.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Operação Lava Jato

Alterada em 21/03 às 14h51min

'É muito ruim ter um ex-presidente preso', diz Mourão sobre Temer

Hamilton Mourão, afirmou que "é muito ruim para o País ter um ex-presidente preso"

Hamilton Mourão, afirmou que "é muito ruim para o País ter um ex-presidente preso"


SÉRGIO LIMA/AFP/JC
Estadão Conteúdo
Após a prisão do ex-presidente Michel Temer, nesta quinta-feira (21) o presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, afirmou que "é muito ruim para o País ter um ex-presidente preso". Ele lembrou que já fez comentário semelhante sobre o caso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril do ano passado. Mourão assumiu interinamente a Presidência após viagem de Jair Bolsonaro ao Chile, no início da tarde desta quinta.
"Já falei a respeito da mesma situação do presidente Lula. É muito ruim para o país ter um ex-presidente preso. Agora seguem as investigações", disse Mourão a jornalistas no Palácio do Planalto. Questionado se a prisão de Temer era esperada, Mourão respondeu que "não tinha detalhes" e "estava por fora".
Sobre a tramitação de propostas do governo Jair Bolsonaro no Congresso, considerou que a prisão de Temer não deve atrapalhar, mas que deixa "todo mundo querendo se equilibrar". "Acho que não atrapalha. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. A verdade é que fica aquela coisa igual cachorro em cima de canoa, todo mundo querendo se equilibrar", afirmou.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia