Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 10 de janeiro de 2019.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

câmara dos deputados

Edição impressa de 11/01/2019. Alterada em 11/01 às 01h00min

Líder do PP pretende ser candidatura alternativa na disputa

Depois de oficializar, na semana passada, o rompimento com Rodrigo Maia (DEM-RJ), o líder do PP na Câmara dos Deputados, Arthur Lira (AL), tenta se viabilizar como alternativa na disputa pela presidência da casa.
Lira tem percorrido os estados em busca de apoio e credita que pode empatar com Maia se conseguir votos dos integrantes do grupo articulado pelo PSB. Siglas de esquerda recuaram do apoio a Maia depois que o deputado teve oficializado o apoio do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro.
Na quarta-feira, Maia ajudou a enterrar possível acordo com o PT, ao afirmar publicamente que o partido não estará em seu bloco. A declaração foi dada para acalmar deputados do PSL que viam com maus olhos uma união dos dois polos do espectro político.
Mesmo assim, como a votação é secreta, alas do PSL podem debandar e não votar conforme a orientação do partido por verem Maia como um representante da chamada "velha política".
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia