Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 07 de janeiro de 2019.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

funcionalismo estadual

Edição impressa de 07/01/2019. Alterada em 07/01 às 01h00min

Executivo gaúcho quita salários de até R$ 3,5 mil

O governo do Estado quitou, na sexta-feira, a folha de dezembro para um novo grupo de servidores. Foram pagos os salários para quem recebe líquido entre R$ 3 mil e R$ 3,5 mil, ampliando para 226 mil o total de vínculos com os vencimentos em dia, o que representa 66% do funcionalismo do Poder Executivo.
O crédito ingressou nas contas dos servidores entre o final da tarde e o início da noite. Para atender os funcionários nessa faixa salarial (18.720 matrículas), a Secretaria da Fazenda precisou dispor de R$ 65,3 milhões em caixa. Os recursos têm origem na arrecadação do calendário do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2019 e outras receitas.
Para contemplar os 34% de vínculos ainda pendentes, será necessária uma disponibilidade financeira superior a R$ 835 milhões. A parte líquida da folha de dezembro fechou em R$ 1,258 bilhão, sem considerar os valores das consignações. Ao todo, o Executivo contempla, neste mês, mais de 344 mil vínculos entre ativos, inativos e pensionistas.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia