Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 17 de dezembro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Transição no Piratini

15/12/2018 - 14h44min. Alterada em 15/12 às 15h07min

Eduardo Leite anuncia recriação da secretaria de Cultura e terceira mulher em seu governo

Leite fez um live pelo Facebook para anunciar o nome de Beatriz Araújo para a Cultura

Leite fez um live pelo Facebook para anunciar o nome de Beatriz Araújo para a Cultura


FACEBOOK/DIVULGAÇÃO/JC
O governador eleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), anunciou neste sábado (15) a recriação da Secretaria Estadual da Cultura e a indicação da terceira mulher no primeiro escalão de seu futuro governo. Falando de Pelotas e em seu perfil no Facebook, Leite fez um vídeo live (ao vivo) para revelar que a produtora cultural Beatriz Araujo será a titular da Secretaria da Cultura.  
Bia (como é conhecida) foi secretária de Cultura de Pelotas e trabalhou na produção da Bienal do Mercosul e diversos projetos de restauração de prédios históricos em Pelotas, de museus estaduais e do resgate da memória de nomes da literatura gaúcha. 
Já foram confirmadas no governo a secretária de Planejamento, Leany Lemos, e a de Comunicação, Tânia Moreira. "Tenho orgulho de ter elegido a primeira mulher para governar Pelotas e de escolher mais uma mulher para ocupar secretarias. Podem ter certeza que as mulheres terão papel importantíssimo no governo", afirmou, deixando no ar que pode ter mais escolhas femininas e chamando a prefeita de Pelotas, Paula Mascarenhas, para o vídeo. A prefeita falou sobre a capacidade de trabalho de Bia e resumiu: "Se tem uma coisa difícil de resolver, chama a Bia".
Até agora, o tucano já definiu ocupantes de sete pastas. Também foram definidos os nomes de Marco Aurelio Santos Cardoso (Fazenda), Otomar Vivian (Casa Civil)Eduardo Cunha da Costa (procurador-geral do Estado) e Artur Lemos (Meio Ambiente e Infraestrutura)
"A cultura precisa de uma atenção muito especial devido à tradição, respeito a quem atua na área e pelos reflexos na economia nas regiões", justificou Leite, ao dizer que voltaria a separar o braço de esportes e lazer. No governo de José Ivo Sartori (MDB), os segmentos estavam todos na mesma pasta. "Esporte e lazer será outra pasta."
O futuro governador fez rasgados elogios à escolhida, que também estava no live, que teve como cenário o largo do Mercado Público de Pelotas. Bia dirigiu a Fundação de Cultura pelotense e dirigiu o Theatro Sete de Abril que é um dos mais antigos do País. "É alguém que tem conhecimento e é reconhecida pela área", completou o futuro governador.
"Estou super feliz e muito entusiasmada. O Estado não pode prescindir de uma secretaria dessa relevância para a economia gaúcha", ressaltou Bia, antecipando que pretende trabalhar com instrumentos de apoio que alcancem todos os municípios.
A escolhida lembrou ainda que o futuro governador anuncia a recriação da pasta mesmo sem ter sido ainda buscado pelo setor. "Isso demonstra o apoio inequívoco que vai dar à cultura. Tô muito feliz e emocionada de fazer este trabalho." 
Mesmo admitindo as dificuldades das finanças, Leite diz que a cultura terá papel importante no seu governo. 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Bianca Nunes 17/12/2018 18h48min
A cultura precisa de uma atenção muito especial? O estado na lama, e querem vir falar de cultura num momento desses? E a saúde e educação? E a segurança pública? Hoje, todos assim como eu, temos medo de sair na rua por causa dos assaltos. Esses são ítens com maior prioridade, que mal conseguem atender.., fora os salários dos funcionários pagos com atraso, agora mais esse cabidão de emprego, pouca vergonha.