Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 11 de dezembro de 2018.
Dia do Arquiteto. Dia do Engenheiro.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Transição no Planalto

11/12/2018 - 14h44min. Alterada em 11/12 às 15h09min

Reunião com Bolsonaro tratou de assuntos da segurança, diz comandante

Reunião com Bolsonaro durou uma hora e reuniu 15 comandantes gerais na manhã desta terça-feira

Reunião com Bolsonaro durou uma hora e reuniu 15 comandantes gerais na manhã desta terça-feira


EVARISTO SA/AFP/JC
Estadão Conteúdo
Após reunião com o presidente eleito, Jair Bolsonaro, o presidente do Conselho Nacional dos Comandantes Gerais do Brasil, Marcos Antônio Nunes, do Distrito Federal, afirmou que foram debatidas questões relacionadas à segurança, inclusive sobre a intervenção em Roraima.
"Conversamos sobre várias pautas da segurança pública que são importantes para as corporações, principalmente para a sociedade", afirmou. Nunes disse que, em momento oportuno, o conselho irá conversar com o futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. Sobre a intervenção em Roraima, ele afirmou que Bolsonaro demonstrou interesse em resolver a situação.
A reunião durou aproximadamente uma hora e reuniu 15 comandantes gerais na manhã desta terça-feira (11). "Viemos confirmar o apoio que as corporações sempre deram ao presidente, continuaremos juntos com o presidente Bolsonaro", disse.
Segundo o representante dos comandantes, a redução de homicídio é uma das pautas mais importantes a serem debatidas. Na reunião também estavam presentes o vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão, e o futuro ministro da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto dos Santos Cruz.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia