Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de novembro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

transição no planalto

Edição impressa de 28/11/2018. Alterada em 28/11 às 01h00min

Bolsonaro recebe embaixador do Peru, técnicos e futuros ministros

Pela quarta vez em Brasília desde que foi eleito para a Presidência da República, Jair Bolsonaro recebeu, na manhã de ontem, o embaixador do Peru, Vicente Rojas. Nas idas a Brasília, Bolsonaro tem se reunido com ministros confirmados e técnicos da equipe de transição, e também com os diplomatas estrangeiros. Ele já conversou com os embaixadores dos Estados Unidos, China, Itália, entre outros. 
O presidente eleito chegou por volta das 10h no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), onde funciona o gabinete de transição, e não deu declarações. Ele passou a maior parte da manhã se revezando em reuniões com a equipe de técnicos e ministros já confirmados.
Pelo menos nove nomes do primeiro escalão de seu governo tiveram atividades e conversas também no primeiro andar do CCBB: Tereza Cristina (DEM-MS, Agricultura), Sérgio Moro (Justiça), Gustavo Bebianno (PSL, Secretaria-Geral), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional), Paulo Guedes (Economia), Azevedo e Silva (Defesa), Ernesto Araújo (Itamaraty) e Luiz Henrique Mandetta (DEM, Saúde).
A deputada federal Tereza Cristina, confirmada para a Agricultura, reuniu-se com Pedro Parente, presidente da BRF e ex-presidente da Petrobras. Não foram divulgados detalhes do encontro.
Os trabalhos da transição estão sob a coordenação de Onyx Lorenzoni (DEM-RS), confirmado para a Casa Civil. 
Bolsonaro volta para o Rio de Janeiro hoje. A expectativa é que ainda esta semana sejam definidos os nomes para os ministérios do Meio Ambiente, de Infraestrutura, do Esporte, de Direitos Humanos, Mulheres, Minorias e Desenvolvimento Social e o de Minas e Energia.
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia