Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 06 de setembro de 2018.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

eleições 2018

Edição impressa de 06/09/2018. Alterada em 06/09 às 10h40min

Em pesquisa Ibope sem Lula, Bolsonaro lidera

Bolsonaro lidera, Ciro sobe e empata com Marina, e Alckmin e Haddad crescem dois pontos

Bolsonaro lidera, Ciro sobe e empata com Marina, e Alckmin e Haddad crescem dois pontos


THIAGO MACHADO/MONTAGEM/ARTE/JC
O candidato à presidência da República do PSL, Jair Bolsonaro, oscilou dois pontos porcentuais para cima em duas semanas e, com 22% das intenções de voto, segue na liderança da corrida presidencial, segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada nesta quarta-feira. Ciro Gomes (PDT) subiu três pontos, de 9% para 12%, e empatou com Marina Silva (Rede), que manteve o patamar do levantamento anterior, do dia 20 de agosto.
A preferência pelo tucano Geraldo Alckmin, detentor de quase metade do tempo do horário eleitoral gratuito e representante da maior coligação da disputa, passou de 7% para 9%.
Na primeira pesquisa depois de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter barrado a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o petista Fernando Haddad aparece com 6%, dois pontos acima do registrado no levantamento anterior. Inscrito originalmente como vice de Lula, Haddad deve assumir em breve o posto de titular da chapa.
Uma mudança ficou clara, no entanto: houve queda expressiva na parcela do eleitorado disposta a votar nulo ou em branco, de 29% para 21%. A taxa de indecisos oscilou para baixo, de 9% para 7%. 
Nas simulações de segundo turno, Bolsonaro perde para os candidatos Ciro Gomes - 44% a 33% -, Marina Silva - 43% a 33% - e Geraldo Alckmin - 41% a 32%- , e empata tecnicamente com Fernando Haddad - 36% para o ex-prefeito e 37% para o deputado.
O Ibope ouviu 2.002 eleitores, em 142 municípios, entre os dias 1 e 3 de setembro. A margem de erro do levantamento é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%. Isso significa que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o protocolo BR-05003/2018.
JC
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia