Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 26 de junho de 2018.
Dia Internacional de Combate às Drogas.

Jornal do Comércio

Política

COMENTAR | CORRIGIR

Prefeitura de Porto Alegre

26/06/2018 - 14h52min. Alterada em 26/06 às 18h09min

Hackers invadem site da prefeitura de Porto Alegre

Página exibe uma bandeira do Brasil com emblema hacker e mensagens de protesto contra a corrupção

Página exibe uma bandeira do Brasil com emblema hacker e mensagens de protesto contra a corrupção


Site Prefeitura de Porto Alegre/Reprodução/JC
O site da prefeitura de Porto Alegre foi invadido por hackers nesta terça-feira (26). No início da tarde, a tela inicial da página exibia uma bandeira do Brasil com um emblema hacker e mensagens de protesto contra a corrupção e a má política, além da identificação do grupo que teria sido responsável pela invasão, com um rap tocando ao fundo.
De acordo com a assessoria da prefeitura, técnicos da Companhia de Processamento de Dados de Porto Alegre (Procempa) trabalham desde as 13h na correção do problema. Até as 14h30min, no entanto, o site continuava no ar com a tela publicada pelos hackers. Às 14h50min, a página foi retirada do ar.
O autor da invasão se identifica como D4RKR0N e diz fazer parte do grupo de hackers intitulado Xinox Crew – o mesmo que já derrubou o site do advogado do ex-presidente Lula, Roberto Teixeira, e portais das prefeituras de Belo Horizonte (MG), Chapecó (SC) e Cascavel (PR). No Twitter, o hacker se apresenta como Bruno Santos, um estudante de Segurança da Informação de Bauru (SP).
Os invasores deixaram um texto de protesto na página inicial do site, em que dizem que “corrupção há tem todo lugar, mas no Brasil corrupção virou cultura politica”. “Chegamos em um momento crucial na política brasileira, ou colocamos esses canalhas na cadeia, ou vamos ficar imerso (sic) nessa corrupção que nunca tem seu fim”, afirmam.
Generalista, a manifestação traz frases de efeito famosas, como: “O que me preocupa não é nem o grito dos corruptos, dos violentos, dos desonestos, dos sem caráter, dos sem ética. O que me preocupa é o silêncio dos bons”, atribuída ao ativista político americano Martin Luther King.
Também há dizeres do político, diplomata e escritor Rui Barbosa: “De tanto ver triunfar as nulidades; de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça. De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto”, escreveram os hackers.
Ao final da tarde, a prefeitura da capital informou que a Procempa retirou o site do ar para fazer uma "varredura". O órgão está em greve desde a quarta-feira (20) e, de acordo o governo municipal, a paralisação "não tem influência no processo de restabelecimento do site. Equipes seguem trabalhando para solucionar o problema".
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia