Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 05 de maio de 2022.
Dia Nacional das Comunicações.
Porto Alegre,
quinta-feira, 05 de maio de 2022.

Opinião

Compartilhar

ARTIGO

- Publicada em 15h30min, 05/05/2022.

Somos 100 Auditores do Estado

Marcus Guttler Pizzato
Um número simbólico, mas relevante, foi alcançado no mês de abril, com a nomeação de mais um auditor do Estado, chegando a 100 servidores no quadro da Contadoria e Auditoria-Geral do Estado (Cage).
Um número simbólico, mas relevante, foi alcançado no mês de abril, com a nomeação de mais um auditor do Estado, chegando a 100 servidores no quadro da Contadoria e Auditoria-Geral do Estado (Cage).
 
Com a Lei Complementar 13.451, de 26 de abril de 2010, a Cage passou a ter quadro próprio de pessoal, conforme estatui o artigo 76 da Constituição Estadual, fato que ocorreu a partir da reorganização das carreiras fazendárias. Em decorrência da atuação da Cage em todo o processo da execução orçamentária e financeira do Estado, os benefícios financeiros gerados pelos gestores públicos com a orientação e parceria dos auditores do Estado apresentaram um expressivo aumento desde a criação da carreira, saindo de R$ 24 milhões para mais de R$ 286 milhões no ano 2021.
 
Nesses quase doze anos, em que ocorreu uma lenta transição, muito se lutou para adequar o quadro de pessoal da Cage às necessidades de sua atuação, especialmente nas áreas de controle, finanças, orientação aos gestores públicos e, mais recentemente com o advento da Lei Estadual Nº 15.228/2018, a chamada Lei Estadual Anticorrupção, integridade e compliance.
 
Nesse período, o orçamento anual do Estado, em termos de despesa empenhada, cujos processos de execução são objeto do controle prévio, concomitante e posterior da Cage, saltou de aproximadamente R$ 35 bilhões no ano 2010 para mais de R$ 70 bilhões em 2021.
 
A tenacidade dos quadros da Cage na constante e incansável ação para qualificar e atender as obrigações do Órgão, aliada à sensibilidade dos governos que se sucederam, porém, limitados pelas regras impostas pela lei de Responsabilidade Fiscal, permite agora à categoria dos Auditores do Estado comemorar, o simbólico, mas relevante, número de 100 auditores do Estado, sendo 97 ativos e três inativos.
Parabéns auditores do Estado e Cage!
 
 
 
 
 
Auditor do Estado e presidente do Sindicato dos Auditores do Estado do Controle Interno do Rio Grande do Sul (Sindicirgs)
 
Comentários CORRIGIR TEXTO