Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 14 de outubro de 2021.
Porto Alegre,
quinta-feira, 14 de outubro de 2021.

Opinião

Compartilhar

Artigo

- Publicada em 20h25min, 13/10/2021.

O saber ancestral sobre o nosso presente

Agnaldo Santos
Tradições milenares sempre honraram o poder da simplicidade na vida, mas quando vivemos momentos tão difíceis, chegamos a acreditar que o simples pode não ser o caminho mais eficaz para resolver tamanha complexidade. Dramas existenciais eclodiram intensamente neste momento, enquanto parece não haver garantias nem certezas em nada. Um questionamento mais profundo sobre propósito veio com força total enquanto vamos ressignificando saúde e bem-estar mais uma vez na história.
Tradições milenares sempre honraram o poder da simplicidade na vida, mas quando vivemos momentos tão difíceis, chegamos a acreditar que o simples pode não ser o caminho mais eficaz para resolver tamanha complexidade. Dramas existenciais eclodiram intensamente neste momento, enquanto parece não haver garantias nem certezas em nada. Um questionamento mais profundo sobre propósito veio com força total enquanto vamos ressignificando saúde e bem-estar mais uma vez na história.
Mas há também um natural instinto de buscar pelo essencial justamente quando percebemos que há um excesso em tudo o que estamos fazendo diante desta instável condição psicoemocional que afeta a todos. Acredito ser importante cuidar de nossa saúde mental mais do que nunca. Sinceramente, esta reflexão é tão necessária que me arrisco a organizar aqui uma seleção das menções mais memoráveis do saber antigo que pode ser útil para ajudar no nosso presente.
Primeiramente, reconhecer nossa condição vulnerável nos aproxima da natureza. Fonte de força e imponência absolutas, reconhecemos novamente que sobre a qual não temos controle algum. Então, algo que sempre me chamou a atenção no estudo da sabedoria ancestral é o entendimento que saúde só é possível com o bem-estar coletivo e aqui estamos vivenciamos isso mais do que nunca. Mas qual seria o grande ensinamento disto? Restaurar a empatia como uma nobre expressão do nosso ser e reflexo de uma sociedade de fato coesa nos seus esforços. Outra forte lição: a gestão do tempo. A humanidade se viu com a obrigação de aguardar e viu seu espaço ser limitado, bem como sua liberdade. Enquanto uns ainda esperneiam pelo transtorno que isso possa ter causado em suas vidas, uma postura e olhar dos sábios nos inspira a entender a importância da aceitação de que tudo está sob a ordem maior de nossas próprias escolhas.
Resistir a aprender o máximo que pudermos neste momento é rejeitar as chances de crescimento íntimo preferindo a saudosa e patológica normalidade. Fique bem.
Educador, terapeuta especializado em medicina tradicional indiana
Comentários CORRIGIR TEXTO