Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 24 de agosto de 2020.
Dia do Artista.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 24 de agosto de 2020.

Opinião

Compartilhar

Artigos

- Publicada em 03h00min, 24/08/2020.

Inovação e capacidade adaptativa na saúde

Mauro Sarmento
O novo século chega borbulhando com novas tecnologias. Até março, acompanhávamos relativamente bem a evolução tecnológica. Baixávamos aplicativos exercitando a curiosidade. Tecnologias facilitadoras da vida são experiências bem-vindas. No início, chamar um carro utilizando aplicativo era sensacional. Passado algum tempo, já não emociona. A tecnologia foi incorporada ao cotidiano, e continua lúdica.
O novo século chega borbulhando com novas tecnologias. Até março, acompanhávamos relativamente bem a evolução tecnológica. Baixávamos aplicativos exercitando a curiosidade. Tecnologias facilitadoras da vida são experiências bem-vindas. No início, chamar um carro utilizando aplicativo era sensacional. Passado algum tempo, já não emociona. A tecnologia foi incorporada ao cotidiano, e continua lúdica.
Até recentemente, vivíamos um mundo linear, previsível, rotineiro. Agora o cotidiano exige mais. A capacidade adaptativa é tema central em muitas áreas da vida. Acompanhávamos telemedicina, automação hospitalar, dispositivos para monitorar pacientes à distância, cirurgias robóticas, despreocupados com o momento de adoção destas tecnologias. Novas ideias orbitavam a vanguarda acadêmica, ou o empreendedorismo startup. Novas tecnologias eram notícias em dimensão experimental. As inovações pareciam futuristas e distantes, até que a Covid-19 pulou dos canais internacionais para a realidade imediata. O evento tornou urgente a adoção de tecnologias. Exigiu salto tecnológico e comportamental. Novamente, a capacidade adaptativa, criatividade na resolução de problemas, e novas maneiras de atuar, entraram em pauta com força total.
Nos deparamos com o que os teóricos do caos denominam "realidade não linear". O termo traduz ambientes de incerteza, enfrentamento do desconhecido, variações e mudanças repentinas. Foco na solução de desafios. Este é o ambiente do qual emerge a inovação.
Diante do cenário, a Federação Unimed/RS planejou estratégia para acelerar a cultura de inovação, e apoiar o desenvolvimento de soluções em saúde. Firmou parceria com a aceleradora Grow Plus, maior aceleradora de startups da área da saúde do Brasil, e com o Healthcenter, do parque tecnológico da Pucrs. A parceria estabelece plataforma em rede aonde serão desenvolvidas soluções para serviços, produtos, modelos de negócios, a fim de criar novas experiências para os clientes.
A virada de século aproximou o futuro do momento imediato. Desafia médicos e equipes do Sistema Unimed/RS. Aliamos inovação, pesquisa e novas tecnologia ao cooperativismo, para continuar preservando e salvando vidas no mundo que nunca mais será o mesmo.
Coordenador de Inovação da Unimed Federação/RS
Comentários CORRIGIR TEXTO