Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, terça-feira, 04 de agosto de 2020.
Dia dos Padres.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 04 de agosto de 2020.

Opinião

Compartilhar

artigo

- Publicada em 15h07min, 04/08/2020.

As obras do entorno da Arena e o bem da sociedade

João Carlos Nedel
É inaceitável a falta de entendimento entre as várias instituições para a solução das necessárias e atrasadíssimas obras no entorno da Arena. A Prefeitura, a Caixa, o Ministério Público Estadual, a OAS, o Grêmio e a Karagounis, há 8 anos não chegam a um acerto final. Está na hora de resolver esse imbróglio. Acontece que nenhuma dessas instituições está olhando para o bem e as necessidades da população. Os torcedores sofrem atrasos e até perigos para chegar ou sair da Arena. Os motoristas gastam tempo e combustível para acessar a BR-448 ou o estádio. Os moradores dos bairros Humaitá, Farrapos e Navegantes têm inúmeros problemas de mobilidade urbana e, há anos, sofrem enormes prejuízos devido aos constantes alagamentos.
É inaceitável a falta de entendimento entre as várias instituições para a solução das necessárias e atrasadíssimas obras no entorno da Arena. A Prefeitura, a Caixa, o Ministério Público Estadual, a OAS, o Grêmio e a Karagounis, há 8 anos não chegam a um acerto final. Está na hora de resolver esse imbróglio. Acontece que nenhuma dessas instituições está olhando para o bem e as necessidades da população. Os torcedores sofrem atrasos e até perigos para chegar ou sair da Arena. Os motoristas gastam tempo e combustível para acessar a BR-448 ou o estádio. Os moradores dos bairros Humaitá, Farrapos e Navegantes têm inúmeros problemas de mobilidade urbana e, há anos, sofrem enormes prejuízos devido aos constantes alagamentos.
A falta dessas obras e a irresponsabilidade da Prefeitura com as obras de drenagem, como a ampliação das casas de bombas, a limpeza e desassoreamento do esgoto pluvial, das novas galerias e dos canais de drenagem não executados são as principais causas destes prejuízos. Isso sem contar com o inexplicável atraso de cinco meses na liberação da Avenida Ernesto Neugebauer, que está pronta.
É uma indignidade submeter cerca de 40 mil habitantes destes bairros a uma tortura diária com a imobilidade urbana e com os alagamentos em cada dia de chuva. Chega de Porto Alegre passar vergonha internacional como aconteceu na última Copa América.
Chega de os porto-alegrenses sofrerem prejuízos. E fica aqui a pergunta: Quem vai pagar os prejuízos do último alagamento?
Vereador de Porto Alegre (PP)
Comentários CORRIGIR TEXTO