Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019.
Aniversário da Casa da Moeda do Brasil.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

artigo

Edição impressa de 12/02/2019. Alterada em 11/02 às 01h00min

Canoas ganha muito com a PPP da Corsan

Odir Baccarin
Canoas está prestes a se posicionar sobre o projeto da Corsan, que pretende firmar uma Parceria Público-Privada (PPP) para praticamente universalizar a cobertura do tratamento de esgoto em nove municípios da Região Metropolitana. Desses, apenas Canoas ainda não aderiu. No município, a proposta é expandir o serviço, que hoje atende apenas 28% dos imóveis, para alcançar 90%. O prazo é de 11 anos, o que a Corsan levaria 40 anos para realizar.
A PPP da Corsan traz benefícios na área ambiental, da saúde e da economia: Tratamento de esgoto significa rios sem poluição. Como consequência, diminui o contágio de doenças de veiculação hídrica. A PPP da Corsan também tem benefícios econômicos: com as obras, serão gerados 8 mil empregos em Canoas. Além disso, com a implantação das redes de esgoto, haverá valorização dos imóveis dos canoenses.
Canoas ganha também R$ 55 milhões para investimentos, como contrapartida da Corsan. Boa parte desse recurso será para a obra do dique do Mato Grande e construção de mais duas casas de bombas, que vão combater as enchentes no bairro. O Parque Nacional Fazenda Guajuviras vai virar realidade com essa contrapartida.
O projeto da PPP da Corsan foi analisado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que refutou as denúncias feitas sobre a proposta e avaliou como uma boa alternativa para os municípios envolvidos. Cabe agora aos vereadores aceitarem os benefícios da PPP da Corsan, assim como já fizeram Alvorada, Cachoeirinha, Eldorado do Sul, Esteio, Gravataí, Guaíba, Sapucaia do Sul e Viamão. Temos convicção de que a PPP da Corsan trará mais saúde para a população de Canoas, preservação do meio ambiente, benefícios econômicos e investimentos para a cidade.
Secretário Municipal de Projetos Estratégicos da Prefeitura de Canoas
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia