Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 09 de janeiro de 2019.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

artigo

09/01/2019 - 01h00min. Alterada em 09/01 às 01h00min

As vendas e a relação com o cliente

Lucélia Ourique
Segundo uma pesquisa global realizada em 2015 e publicada no site da Exame.abril, o vendedor brasileiro é o penúltimo do ranking em simpatia. Ora, você deve estar se perguntando, mas somos o país do futebol e do Carnaval, das praias lindas do Nordeste e temos um sorriso incomparável, como estamos em penúltimo lugar em simpatia? Será? Trabalhar com vendas ou em qualquer atividade que envolva pessoas sempre será desafiador, e, como citei no artigo "Estou feliz com o meu trabalho", tudo é um processo de autoconhecimento. Então, para aqueles que amam vender e sabem que essa atividade é pura adrenalina, convido a todos para refletirmos um pouco... Se essa teoria estiver certa, partimos do princípio que a maior dificuldade que existe dentro das organizações é a comunicação. Seja para uma contratação, na gestão de equipes ou na hora da demissão.
"Comunicação é uma troca de informações entre indivíduos. Significa tornar comum uma mensagem ou informação, porém na prática existem vários fatores e várias formas de comunicar, principalmente a não verbal. De um lado está o cliente cada vez mais exigente, por outro há o vendedor/empreendedor com seus serviços e produtos para serem adquiridos e consumidos pensando em manter seus empregos, pagar os impostos e encargos, além de satisfazer o cliente.
A concorrência continua cada vez mais acirrada, além das diversas opções de vendas (on-line, presencial, call center), com isso, esquecemos das "básicas" empatia, paciência, cordialidade e paixão pelo que faz, porque, na verdade, em ambos os lados existem pessoas que possuem diversos sentimentos e expectativas, e, nesta época do ano, o que mais desejamos é sermos acolhidos.
Então, para você que está na linha de frente, pense em como gostaria de ser atendido, em como seria um bom atendimento, uma excelente venda, e faça acontecer hoje! Não esqueça: carreira é responsabilidade de cada um e, se não gosta do que faz, mude, agora!
Orientadora de vendas
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia