Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 19 de outubro de 2018.
Dia do Profissional de Informática. Dia da Inovação.

Jornal do Comércio

Opinião

COMENTAR | CORRIGIR

artigo

Alterada em 19/10 às 01h00min

Médicos-veterinários e zootecnistas

Francisco Cavalcanti de Almeida
No mês em que o processo democrático fervilha no País, médicos-veterinários e zootecnistas comemoram 50 anos de criação do Sistema dos Conselhos Federal e Regional, que fiscaliza e regulamenta suas profissões. Há cinco décadas, não se imaginava que as duas profissões ganhariam o protagonismo atual e seriam tão decisivas para a economia brasileira.
Hoje, a Medicina Veterinária e a Zootecnia fortalecem o agronegócio, mercado que já é responsável por parte do PIB brasileiro. São profissionais presentes em toda a cadeia de produção animal do país e atestam a qualidade do que é consumido pela sociedade. Também são profissionais imprescindíveis para o crescimento da indústria pet. Segundo a Euromonitor Internacional, o Brasil é o terceiro maior do mundo em faturamento no setor. Tem apenas 50 anos que a Lei 5.517 passou a competência de fiscalizar o exercício profissional da Medicina Veterinária e da Zootecnia para as próprias categorias. A mensagem para os profissionais é de orgulho, reconhecimento e valorização. Às vésperas do pleito eleitoral e com a maturidade de meio século de caminhada, essa é uma data que nos pede reflexão. Cabe-nos analisar os candidatos que usam a causa animal para ganhar votos, mas que no dia a dia da nossa lida não se fazem presentes.
Temos a oportunidade de renovar a política brasileira e eleger quem reconheça a importância dos serviços veterinários e zootécnicos para a sociedade e a estabilidade econômica do País. Transparência e inovação marcam o jubileu de ouro do Sistema CFMV/CRMvs. Que os nossos próximos 50 anos, como profissionais e nação, sejam de gestão eficiente e responsável, fortalecimento do processo democrático, transparência pública, controle social e inovação científica e tecnológica.
Presidente do Conselho Federal de Medicina Veterinária
 
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia