Porto Alegre, terça-feira, 21 de setembro de 2021.
Dia da Árvore. Dia do Radialista e do Fazendeiro.
Porto Alegre,
terça-feira, 21 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Assembleia Geral da ONU

- Publicada em 21/09/2021 às 20h30min.

ONU higienizou púlpito e trocou microfone após fala de Bolsonaro, diz jornal

A apuração do Wall Street Journal não deixa claro se a higienização é adotada com todos os chefes de Estado

A apuração do Wall Street Journal não deixa claro se a higienização é adotada com todos os chefes de Estado


Eduardo Munoz/Pool/Getty Images/AFP/JC
No intervalo entre os discursos do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e do presidente dos EUA, Joe Biden, na Assembleia Geral das Nações Unidas, funcionários da ONU limparam o púlpito e trocaram a cabeça do microfone usado pelos chefes de Estado no palanque, informou o Wall Street Journal.
No intervalo entre os discursos do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, e do presidente dos EUA, Joe Biden, na Assembleia Geral das Nações Unidas, funcionários da ONU limparam o púlpito e trocaram a cabeça do microfone usado pelos chefes de Estado no palanque, informou o Wall Street Journal.
"Os chefes de Estado e seus assessores devem ser vacinados para entrar na sala de reuniões. Mas os funcionários da ONU não fiscalizam o cumprimento da regra, e confiam nos convidados. O presidente brasileiro Jair Bolsonaro, que testou positivo para Covid-19 em 2020 e disse que não está vacinado, falou antes de Biden. A Casa Branca disse que o púlpito foi limpo e a cabeça do microfone substituída entre os discursos".
A apuração do Wall Street Journal não deixa claro se é um procedimento de higienização adotado com todos os chefes de Estado e líderes que discursam presencialmente na Assembleia Geral, ou se foi apenas um caso isolado.
O procedimento, no entanto, não foi adotado entre os discursos presenciais do presidente da 76ª sessão da Assembleia-Geral, Abdulla Shahid, ministro das Relações Exteriores das Maldivas, e o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres.
O encontro anual da ONU foi quase todo virtual no ano passado, e a participação neste ano também foi limitada, com muitos chefes de Estado e outros funcionários de alto escalão enviando mensagens por vídeo. Diplomatas dos EUA pediram aos países que limitassem o tamanho de suas delegações.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário