Porto Alegre, terça-feira, 21 de setembro de 2021.
Dia da Árvore. Dia do Radialista e do Fazendeiro.
Porto Alegre,
terça-feira, 21 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Assembleia Geral da ONU

- Publicada em 18h14min, 21/09/2021.

Chefe da ONU critica clima de Nova Guerra Fria e desigualdades no combate à Covid

Guterres referiu-se diretamente a Pequim e Washington em seu discurso

Guterres referiu-se diretamente a Pequim e Washington em seu discurso


Eduardo Munoz Alvarez/AFP/JC
O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, advertiu Estados Unidos e China nesta terça-feira (21), contra uma maior degradação do mundo já "à beira do precipício", conclamando os dois países ao "diálogo" e ao "entendimento", na abertura da Assembleia-Geral da ONU.
O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, advertiu Estados Unidos e China nesta terça-feira (21), contra uma maior degradação do mundo já "à beira do precipício", conclamando os dois países ao "diálogo" e ao "entendimento", na abertura da Assembleia-Geral da ONU.
"É uma receita para problemas. Seria muito menos previsível do que a Guerra Fria. Para restaurar a confiança e inspirar esperança, precisamos de cooperação", defendeu o chefe da ONU a uma audiência de líderes mundiais, incluindo o presidente norte-americano, Joe Biden, que escolheu ir a Nova York, apesar da pandemia de Covid-19.
No último ano de seu primeiro mandato à frente da ONU e se preparando para iniciar um novo em janeiro, Guterres já havia alertado em 2018 (divisão "sino-americana"), em 2019 ("a grande divisão") e em 2020 (uma "nova Guerra Fria") sobre o risco de um mundo bipolar preso às tensões sino-americanas.
"Estamos enfrentando a maior cascata de crises da nossa vida. Temo que nosso mundo esteja caminhando para dois conjuntos diferentes de regras econômicas, comerciais, financeiras e tecnológicas, duas abordagens divergentes no desenvolvimento da Inteligência Artificial - e, em última análise, duas estratégias militares e geopolíticas diferentes", comentou nesta terça.
Referindo-se a Pequim e Washington, Guterres foi ainda mais direto. "As divisões geopolíticas minam a cooperação internacional e limitam a capacidade do Conselho de Segurança de tomar as decisões necessárias. Ao mesmo tempo, será impossível enfrentar os dramáticos desafios econômicos e de desenvolvimento, enquanto as duas maiores economias do mundo estão em desacordo."
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário