Porto Alegre, segunda-feira, 20 de setembro de 2021.
Feriado no RS - Revolução Farroupilha.
Porto Alegre,
segunda-feira, 20 de setembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Clima

- Publicada em 12h01min, 20/09/2021. Atualizada em 15h33min, 20/09/2021.

Biden lança iniciativas para proteger EUA do calor extremo e seus efeitos

A nota lembra que os EUA bateram recordes de calor neste ano e que a crise climática torna esses fenômenos extremos mais frequentes

A nota lembra que os EUA bateram recordes de calor neste ano e que a crise climática torna esses fenômenos extremos mais frequentes


Alex Wong/Getty Images/AFP/JC/
O governo do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, lançou nesta segunda-feira (20) uma iniciativa para proteger o país do calor extremo e de seus efeitos. Um comunicado da Casa Branca detalha o esforço e lembra que o calor é o principal fator de mortes relacionadas ao clima no país.
O governo do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, lançou nesta segunda-feira (20) uma iniciativa para proteger o país do calor extremo e de seus efeitos. Um comunicado da Casa Branca detalha o esforço e lembra que o calor é o principal fator de mortes relacionadas ao clima no país.
A nota lembra que os EUA bateram recordes de calor neste ano e que a crise climática torna esses fenômenos extremos mais frequentes. Uma onda de calor em junho foi apontada como responsável pela morte de centenas de pessoas no país e milhões trabalhadores estão expostos aos efeitos das ondas de calor, aponta o texto.
O governo busca lançar uma iniciativa para proteger trabalhadores que atuam em áreas abertas, como na agricultura, na construção ou em entregas. Deseja também desenvolver padrões para ambientes com temperatura mais amena em locais de trabalho, além de reforçar o foco nos riscos desse problema.
A administração Biden ainda argumenta que parte dos gastos de seu projeto de lei "Build Back Better" ajudarão a combater esses riscos.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário