Porto Alegre, terça-feira, 08 de junho de 2021.
Dia do Citricultor.
Porto Alegre,
terça-feira, 08 de junho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

França

- Publicada em 10h51min, 08/06/2021.

Macron leva tapa no rosto durante visita a cidade francesa

O presidente da França, Emmanuel Macron, levou um tapa no rosto durante visita a Tain-l'Hermitage, na região do Drôme, no sudeste do país. Vídeos do incidente publicados em rede social mostram Macron se aproximando para cumprimentar moradores que estão atrás de uma barreira de metal. Ele encosta a mão no braço esquerdo de um homem que, em seguida, gritando "abaixo o Macronismo", esbofeteia o presidente com força, com a mão direita.
O presidente da França, Emmanuel Macron, levou um tapa no rosto durante visita a Tain-l'Hermitage, na região do Drôme, no sudeste do país. Vídeos do incidente publicados em rede social mostram Macron se aproximando para cumprimentar moradores que estão atrás de uma barreira de metal. Ele encosta a mão no braço esquerdo de um homem que, em seguida, gritando "abaixo o Macronismo", esbofeteia o presidente com força, com a mão direita.
Uma equipe de comunicação da Presidência no local afirmou que o golpe não acertou e foi aparado por seguranças, mas a imagem mostra claramente o tapa. Duas pessoas foram presas, segundo a TV BFM e a rádio RMC. O site Le Dauphiné fala em um preso. A comitiva de segurança de Macron rapidamente interveio para segurar o homem que deu o tapa e afastar o presidente, que logo em seguida voltou para cumprimentar moradores mais à direita.
O líder francês, que deve concorrer à reeleição no próximo ano, está percorrendo o país no que o governo chama de "viagem pela França dos territórios". Às vésperas de uma nova fase do desconfinamento, na qual restaurantes poderão voltar a servir seus clientes em espaços internos, Macron focou a viagem a Drôme em gastronomia. Em Tain-l'Hermitage, ele visitou uma escola de hotelaria, antes de um almoço de trabalho na cidade de Valence.
Antes do incidente, ele pediu que, apesar da reabertura, as pessoas mantenham a cautela: "Claro que todos estamos felizes por redescobrir os pequenos prazeres da vida. Mas se perdermos toda a vigilância, o risco é voltar. E não me esqueço da experiência do verão passado".
Folhapress
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário