Porto Alegre, quinta-feira, 25 de março de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 25 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Coronavírus

- Publicada em 10h30min, 24/03/2021. Atualizada em 14h36min, 25/03/2021.

Uruguai anuncia o fechamento de free shops para conter casos de Covid-19

'Nossa meta é que o sistema sanitário não sature', disse Lacalle ao explicar as medidas

'Nossa meta é que o sistema sanitário não sature', disse Lacalle ao explicar as medidas


Presidência do Uruguai/Divulgação/JC
O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, anunciou na noite desta terça-feira (23) uma série de medidas para reduzir o ritmo de contágios do coronavírus no País, entre as quais o fechamento dos free shops na fronteira até o dia 12 de abril. Segundo o governo uruguaio, 80% dos casos de contágio pelo novo coronavírus em Rivera, vizinha da gaúcha Santana do Livramento, são da cepa P1, detectada no Brasil. “Os free shops são um ponto de atração, por isso vamos fechá-los”, anunciou o presidente.
O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, anunciou na noite desta terça-feira (23) uma série de medidas para reduzir o ritmo de contágios do coronavírus no País, entre as quais o fechamento dos free shops na fronteira até o dia 12 de abril. Segundo o governo uruguaio, 80% dos casos de contágio pelo novo coronavírus em Rivera, vizinha da gaúcha Santana do Livramento, são da cepa P1, detectada no Brasil. “Os free shops são um ponto de atração, por isso vamos fechá-los”, anunciou o presidente.
As ações incluem também o fechamento de escritórios públicos pelo mesmo período - com exceção dos que prestam serviços essenciais, a suspensão de aulas presenciais e de espetáculos públicos. O governo anunciou um subsídio para os doentes pela doença maiores de 65 anos que são do setor privado e a retomada do tributo especial Covid-19 aos funcionários públicos nos mesmos moldes do estabelecido no ano passado.
"Nossa meta é que o sistema sanitário não sature", disse Lacalle. Foram incorporados ao sistema 129 leitos de cuidados intensivos, novos respiradores e monitores para atender aos pacientes.
Até o momento, o país vizinho vacinou 350 mil pessoas contra a Covid-19. A expectativa é que 1,25 milhão de doses da vacina Sinovac cheguem em maio. O número de casos de coronavírus no Uruguai é de 86.007, com 827 mortes.
Comentários CORRIGIR TEXTO