Porto Alegre, quinta-feira, 04 de março de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 04 de março de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Coronavírus

- Publicada em 22h13min, 04/03/2021.

Alemanha, Suécia e Bélgica seguem França e liberam vacina da AstraZeneca para idosos

Resultados positivos no Reino Unido, onde imunizante é usado desde o começo de janeiro, fizeram os governos voltarem atrás

Resultados positivos no Reino Unido, onde imunizante é usado desde o começo de janeiro, fizeram os governos voltarem atrás


HANNIBAL HANSCHKE/afp/JC
Alemanha, Bélgica e Suécia liberaram nesta quinta-feira (4) a aplicação da vacina de Oxford/AstraZeneca em adultos de todas as faixas etárias, seguindo um caminho aberto pela França na quarta-feira (3).
Alemanha, Bélgica e Suécia liberaram nesta quinta-feira (4) a aplicação da vacina de Oxford/AstraZeneca em adultos de todas as faixas etárias, seguindo um caminho aberto pela França na quarta-feira (3).
Os quatro países faziam parte de cerca de 10 que haviam barrado o imunizante para idosos por falta de dados sobre seu efeito em pessoas com mais de 55 anos. Resultados positivos no Reino Unido, onde ela é usada desde o começo de janeiro, fizeram os governos voltarem atrás.
A restrição de uso - e a insegurança que isso provocou no público -, deixaram milhões de doses da vacina da AstraZeneca paradas nas prateleiras europeias. Em países como França e Itália, foram injetados pouco mais de 20% dos volumes recebidos, segundo dados do centro de controle de doenças europeu (ECDC). Na Alemanha, cerca de um terço.
No total da União Europeia, 24,8 milhões de doses da AstraZeneca ainda estão estocadas, o equivalente a 27% do que foi enviado aos 27 países membros.
No anúncio sobre a mudança de rumo, o governo alemão anunciou também que vai adotar o intervalo de 12 semanas entre as duas doses, seguindo a prática do Reino Unido (e do Brasil) - pesquisas mostraram que a proteção aumenta com essa medida.
Comentários CORRIGIR TEXTO