Porto Alegre, domingo, 28 de fevereiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 28 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Estados Unidos

- Publicada em 22h08min, 28/02/2021.

Governador de Nova York, Andrew Cuomo, é acusado de abuso sexual por ex-assessora

Partido Republicano vem pedindo o impeachment de Cuomo por conta das políticas contra a pandemia

Partido Republicano vem pedindo o impeachment de Cuomo por conta das políticas contra a pandemia


Seth Wenig/POOL/AFP/JC
O governador democrata de Nova York, Andrew Cuomo, abriu uma investigação independente após o jornal The New York Times publicar reportagem em que Charlotte Bennett, ex-assessora em seu gabinete, o acusa de abuso sexual e conduta imprópria.
O governador democrata de Nova York, Andrew Cuomo, abriu uma investigação independente após o jornal The New York Times publicar reportagem em que Charlotte Bennett, ex-assessora em seu gabinete, o acusa de abuso sexual e conduta imprópria.
Cuomo negou as acusações e disse que nunca agiu de maneira imprópria com Bennett ao anunciar Barbara Jones, ex-juíza federal dos Estados Unidos, para conduzir a apuração dos fatos relatados. "Peço a todos os nova-iorquinos que esperem o resultado da investigação antes de fazer qualquer julgamento."
Charlotte Bennett é a segunda ex-assessora do governador de Nova York a denunciar conduta imprópria. Em post na rede social Medium na última quarta-feira (24), Lindsey Boylan, que trabalhou no gabinete de Cuomo entre 2015 e 2018, falou que o governador a abusou em 2017.
O governador vem sendo criticado pelo legislativo local, com o Partido Republicano pedindo seu impeachment por conta das políticas contra a pandemia do novo coronavírus. Os dois partidos emitiram declarações pedindo uma "investigação realmente independente".
Comentários CORRIGIR TEXTO