Porto Alegre, segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Aviação

- Publicada em 20h59min, 22/02/2021.

EUA determina inspeção em 777 da Boeing; Reino Unido proíbe voos em seu espaço aéreo

Pedaços do motor caíram em bairros suburbanos de Denver

Pedaços do motor caíram em bairros suburbanos de Denver


Michael Ciaglo/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/JC
Reguladores federais do setor de aviação dos Estados Unidos determinaram que a United Airlines reforce inspeções de todos os modelos 777 da Boeing com o mesmo tipo de motor que sofreu uma falha em Denver no fim de semana. A companhia informou que retiraria por ora essas aeronaves de operação, enquanto a Boeing fez sugestão na mesma linha. O Reino Unido foi na mesma linha e proibiu voos em seu espaço aéreo de modelos Boeing 777 mais velhos com o tipo de motor Pratt & Whitney.
Reguladores federais do setor de aviação dos Estados Unidos determinaram que a United Airlines reforce inspeções de todos os modelos 777 da Boeing com o mesmo tipo de motor que sofreu uma falha em Denver no fim de semana. A companhia informou que retiraria por ora essas aeronaves de operação, enquanto a Boeing fez sugestão na mesma linha. O Reino Unido foi na mesma linha e proibiu voos em seu espaço aéreo de modelos Boeing 777 mais velhos com o tipo de motor Pratt & Whitney.
O voo 328 da United Airlines teve de fazer um pouso emergencial no Aeroporto Internacional de Denver após seu motor direito se despedaçar pouco após a decolagem. Pedaços do objeto caíram em bairros suburbanos da cidade. O avião com 213 passageiros e dez tripulantes aterrissou em segurança, segundo informaram autoridades.
Comentários CORRIGIR TEXTO